Bolinho de Batatas

É sempre muito bom quando uma receita envolve batatas. As chances dela dar certo para todos nós aumenta em pelo menos 50%, já que batatas são vida. Mas legal, isso todo mundo já sabe né… Então eu tô sempre tentando criar novas coisas com batatas porque sou realmente apaixonada por elas (vide a quantidade de vezes que essa palavra apareceu nas ultimas frases).

Foi ~navegando na internet~ que eu encontrei a inspiração perfeita para a receita dessa segunda-feira-pós-feriado-que-sempre-nos-enche-de-preguiça. Queria dizer pra todo mundo que essa é uma daquelas maravilhas praqueles dias que você quer comer algo bem bem gostoso, que não dê trabalho e que seja frito porque fritura é alegria.

Continuar a ler

Salada Rústica

Fazemos muitas coisas que, sem querer, são saudáveis. Realmente, assim, displicentemente acabamos acertando no alvo. Mas confesso que, dessa vez, fiquei um pouco nervosa.

Quando a Camilla e o Vitor chamaram a gente pra gravar com eles, sedentária que sou, fiquei mais tensa que o normal, achei que nunca conseguiria criar uma salada para impressioná-los e que fosse, realmente, prática e fácil de fazer no dia a dia.

Mas eu consegui! Fiz um prato lindo, colorido, leve e gracioso para você levar pra onde quiser (ou até mesmo usar de entrada para aquele risotto show de bola que você vai comer depois). Ai, desculpa, mas agora fiquei desejando a salada e o risotto.

Sou gordinha de alma, não tem jeito mesmo. Mas vocês deveriam conhecer o canal desses dois lindos que fazem várias aulas legais de coisas loucas pra convencer você que alguma coisa você tem que encontrar afinal ninguém merece não fazer nada e só ficar comendo salada e risotto.

Salada Grão de Trigo, Brie e Rúcula

Ingredientes:
– 5 folhas de alface crespa
– 1/2 maço de agrião
– 100g de queijo brie
– 1/2 xícara de grão de trigo cozido
– 1 cebola roxa
– 1 cenoura média
– 3 colheres de sopa de azeitonas verdes
– 1/2 abacate
– Punhado de moyashi (broto de feijão)
– 10 nozes

Para o molho:
– 3 partes de azeite
– 1 parte de limão
– Sal e pimenta do reino à gosto

O bom é que para fazer saladas não é necessário muitas habilidades culinárias, então não tem como arrumar desculpas!

Comece rasgando as folhas de alface em uma tigela e misture com as folhas de agrião. Corte o queijo em cubinhos e a cebola em tiras e coloque junto com as folhas.

Rale a cenoura e junte na tigela e corte o abacate em cubinhos (é legal ele não estar completamente maduro pra não se desfazer na salada!), com as azeitonas, as nozes quebradas e o moyashi.

Misture tudo e reserve.

Para o molho, misture o azeite, o limão e tempere com sal e pimenta. Bata com um garfo para juntar tudo e jogue por cima da salada. Sirva em seguida.

Essa receita rende 5 porções!

Salada Grão de Trigo, Brie e Rúcula Salada Grão de Trigo, Brie e Rúcula Salada Grão de Trigo, Brie e Rúcula

Pastinhas para Receber Amigos

Eu gosto muito dos meus amigos. Verdade, gosto mesmo deles. E toda vez que recebo alguns na minha casa não fico satisfeita em “cada um traz sua cerveja”. Pra mim isso não é suficiente porque acho que se são meus amigos tem alguma expectativa em relação à mim. Visto que estudo gastronomia, trabalho com isso e mantenho esse lindo blog com (pelo menos) duas receitas semanais. Seria realmente uma sacanagem da minha parte.

Mas a verdade é que nem sempre eu to tããão afim assim de fazer algo super ultra mega hiper trabalhoso e é nessas horas que essas duas receitas (e tantas outras de pastinhas e dips e essas delicias da vida) entram em ação para deixar meus amigos felizes – e eu também.

Estava pra fazer esse queijo já há muito tempo, mas não ia colocar aqui não. Só que aí eu tive a ideia da pastinha de azeitona com manjericão e pensei que seria uma injustiça com vocês guardar essas receitas tão belas pra mim.

E se você não aguenta pensar em ver seus amigos porque ainda tá de ressaca do Carnaval, não tem problema! Faz só pra você e come tudo sozinho. Tudo ficará bem em um futuro próximo. Prometo.

Continuar a ler

Batatas Hasselback

Não, essa receita não é minha e também não fui eu quem ensinei vocês a fazerem no vídeo. Mas calma que tudo tem uma explicação! Esse é um vídeo especial porque temos a participação da Amanda, do Marola com Carambola.

A nossa ideia era conseguir fazer uma receita deliciosa e simples porque o legal mesmo é vocês verem as nossas besteiras. E se tem uma coisa que eu posso garantir é que essas tais Hasselback, que nada mais são do que batatas aperitivo (ou de acompanhamento) assadas quase cortadas em fatias com bacon e especiarias secas, são uma das coisas mais simples e belas da vida.

E assim encerro essa introdução porque o melhor mesmo é ver a Amanda que nunca deu receitas faladas fazendo isso no nosso canal!

Batatas Hasselback

Ingredientes:
– 4 batatas inglesas grandes
– 50g de bacon
– 50g de parmesão
– Especiarias secas de sua preferência
– Azeite e sal
– Papel alumínio

Para começar, lave bem as batatas e com uma faca afiada faça cortes finos nela, sem chegar ao final. A ideia é que as fatias fiquem marcadas mas continuem presas na batata. Se você não tem as habilidades com a faca é só seguir a dica da Amanda!

Depois disso, coloque-as em uma assadeira e jogue azeite, as especiarias e o sal. Nós usamos salsa, tomilho, manjericão e pimenta calabresa, tudo seco.

Passe o papel alumínio por cima da forma e leve em forno pré-aquecido a 200 graus por 1 hora.

Depois disso, tire as batatas do forno. A ideia é que as batatas já estejam meio cozidas e mais abertas. Coloque mais sal e mais azeite e volte ao forno por mais 10 minutos.

Batatas Hasselback

Enquanto isso, corte o bacon em cubinhos pequenos. Retire as batatas do forno e coloque o bacon (ou o parmesão no caso do felipe). Volte ao forno por mais 15 minutos ou até que o bacon esteja bem fritinho e crocante!

Nós enfeitamos no prato com salsa e pimenta dedo-de-moça fatiada bem fininha, só pra ficar bem lindo!

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Patatas Bravas ao Murro

O Felipe estava, há algum tempo, me pedindo para fazer batatas ao murro, que nada mais é do que cozinhar as batatas e amassá-las inteirinhas com o punho pro molho entrar melhor.
Eu estava, há algum tempo, querendo comer as tão famosas patatas bravas por causa do molho apimentado que sempre me pareceu uma delicia e me encantou porque não sabia como fazê-lo.

Pronto, juntamos as duas coisas e fizemos um prato, digamos assim, Ibérico pra alegrar todo mundo que gosta de molhinho e de batata. E quem não gosta né?

Patatas Bravas ao Murro

Ingredientes:
– 10 batatas pequenas
– 1 colher de sopa de molho apimentado (Sriracha)
– 2/3 de copo de molho de tomate
– 2/3 copo de maionese
– 1 colher de chá de páprica picante
– 1/2 cebola roxa
– 2 dentes de alho
– Óleo para fritar

Para começar, coloque as batatas lavadas em uma panela coberta de água e leve para cozinhar. Deixe que cozinhem até que um garfo entre sem resistência, mas sem que elas desmontem.

Enquanto isso, pique o alho bem pequeno e a metade da cebola roxa em cubinhos. Em uma panela, refogue o alho e a cebola e acrescente a Sriracha e a páprica. Em seguida, coloque o molho de tomate e deixe ferver por 1 minuto. Reserve e deixe esfriar.

Escorra as batatas e esfrie em água corrente para que parem de cozinhar. Seque bem e comece a pressioná-las com o punho para que quebrem levemente. Faça isso com todas elas.

Enquanto isso, esquente uma panela com óleo para fritar as batatas.

Quando o molho de tomate tiver esfriado, incorpore a maionese e acerte o sal, se precisar.

Frite as batatas inteiras no óleo até ficarem bem douradinhas. Depois que tiver feito isso com todas, é só colocar elas no molho, cobrir bem e colocar no lugar que você vai servir.

Eu juro, esse foi um dos melhores pratos dos últimos tempos. É muito muito delicioso e serve como aperitivo ou acompanhamento para 4 pessoas!

Patatas Bravas ao Murro

Patatas Bravas ao Murro

Patatas Bravas ao Murro

Pão de Queijo do Quinzinho

Setembro: o mês mais lindo do ano! E tudo isso porque é nele que está o meu aniversário, o dia mais fofo e maravilhoso do ano. Dia 18 é meu aniversário e nada melhor do que um especial para comemorar! A ideia é trazer comidas de livros, séries e jogos que eu gosto desde criança. Vamos fazer uma linha do tempo e pra começar: TURMA DA MÔNICA!

Claro que eu sempre achei que era a Magali e claro que as comidas que o Quinzinho dava pra ela sempre me faziam querer comer mais do que eu já comia. Por isso escolhi essa maravilha de pão de queijo pra ensinar pra vocês. E ainda recheamos ele. Então vem comigo que hoje começa uma série de 9 videos pra comemorar meu aniversário!

Pão de Queijo Turma da Mônica

Ingredientes:
– 500g de polvilho azedo
– 1/2 xícara de óleo
– 1 xícara de leite morno
– 2 ovos
– 50g de queijo parmesão ralado
– 100g de queijo minas curado
– Sal a gosto

Para o recheio:
– 100g de queijo minas curado
– 50g de azeitonas verdes

Coloque o polvilho em uma tigela e depois coloque o leite e o óleo para escaldá-lo. Mexa com as mão até que se forme uma farofinha molhada, vai ficar tipo areia da praia!

Depois, adicione os ovos e mexa até que se forme uma massa que desgruda da mão. Coloque os queijos, ambos ralados, e misture até que eles estejam incorporados à massa.

Pré-aqueça o forno a 200 graus.

Corte as azeitonas em pedaços menores e rale o queijo. Separe uma bolinha de massa e achate para formar um disquinho. Ponha na palma da mão e faça uma conchinha. Coloque um pouquinho de recheio no centro e com um outro pedaço de massa feche a massa. Aperte bem para garantir que fechou e faça uma bola direitinho.

Coloque os pães de queijo em uma fôrma untada com manteiga ou óleo e leve para assar até que estejam douradinhos. Esses pães ficam iguais aos da padaria, com a casquinha dura em volta e macios por dentro. Ah, e rende mais ou menos 20 pães de queijo grandinhos!

Pão de Queijo Turma da Mônica

Pão de Queijo Turma da Mônica

Pão de Queijo Turma da Mônica

Pastinha de Tomate

Ah, as maravilhas da cozinha americana! Uma das melhores aquisições da minha vida foi o livro Joy of Cooking que, pra quem não sabe, é o mais tradicional livro da cozinha americana e também o mais vendido nos Estados Unidos. Eu consigo entender perfeitamente já que esse livro é: amor.

Estamos inclusive pensando em fazer uma temporada de receitas tiradas do livro, com meu toque pessoal, para fazer algo no estilo Julie&Julia! Porque nada como conhecer um livro tão bem que você sabe onde procurar tudo nele, né?

E hoje vamos fazer uma maravilhosa e inexplicavelmente simples pastinha de tomate. Pra quando você for receber seus amigos e tiver com preguiça, mas quiser impressioná-los com seus dotes culinários!

Pastinha de Tomate

Ingredientes:
– 2 latas de tomate sem pele
– 3 colheres de sopa de farinha de tapioca
– 1/2 cebola
– 1 colher de chá de páprica picante
– 1/2 colher de chá de açúcar
– Sal a gosto
– 20 azeitonas verdes
– Queijo parmesão ralado

Coloque água em uma panela para fazer um banho-maria. Pegue uma tigela que encaixe em cima dessa panela e coloque as duas latas de tomate sem pele dentro dela, quebrando levemente os tomates.

Corte a cebola em cubinhos e refogue em uma frigideira até que fique douradinha.

Leve o tomate para o banho-maria e misture a cebola, a farinha de tapioca e os outros ingredientes, menos o queijo. A farinha de tapioca serve como um espessante. Você pode substituir por farinha de trigo ou maizena, mas o resultado não vai ser o mesmo…

Pastinha de Tomate

Deixe em banho-maria por 7 minutos mexendo com um fouet de vez em quando. Enquanto isso, coloque as azeitonas em uma tábua e pressiona com a parte de trás da faca para que o caroço se solte.

Retire a mistura de tomates do fogo, incorpore as azeitonas já sem caroço e transfira para uma assadeira. Rale o queijo por cima e leve em forno pré-aquecido até que o queijo derreta.

Sirva com pães torrados ou com torradinhas mesmo!

Pastinha de Tomate

Pastinha de Tomate

 

Pastinha de Tomate

Pastinha de Tomate