Bolinho de Batatas

É sempre muito bom quando uma receita envolve batatas. As chances dela dar certo para todos nós aumenta em pelo menos 50%, já que batatas são vida. Mas legal, isso todo mundo já sabe né… Então eu tô sempre tentando criar novas coisas com batatas porque sou realmente apaixonada por elas (vide a quantidade de vezes que essa palavra apareceu nas ultimas frases).

Foi ~navegando na internet~ que eu encontrei a inspiração perfeita para a receita dessa segunda-feira-pós-feriado-que-sempre-nos-enche-de-preguiça. Queria dizer pra todo mundo que essa é uma daquelas maravilhas praqueles dias que você quer comer algo bem bem gostoso, que não dê trabalho e que seja frito porque fritura é alegria.

Continuar a ler

Red Velvet

Faltam só 2 dias para a Ceia de Natal e eu me sinto na obrigação moral de escrever um post sentimental. Desculpa, mas é assim que eu sou. Eu sempre tive muito, muito ciúme dessa receita.
Acho que principalmente porque eu simplesmente sei que é uma das minhas melhores receitas.

Mas aí esse ano foi tão irado, tão especial pra mim de todas as formas e tanto por causa de vocês que nos acompanham e assistem que eu cheguei a conclusão que essa era a MINHA receita. Um bolinho vermelho, tão pequeno e aveludado, recheado e coberto de um creme de cream cheese que parece impossível de melhorar. Essa é, sem dúvida, a melhor forma de agradecer a vocês: dando, passo a passo, essa receita.

Desde que eu me entendo por gente, pra falar a verdade, odeio Natal. Quando era criança curtia os presentes, mas os natais pareciam sempre mais pra comer do que qualquer outra coisa (gulosa, eu?). Não sei explicar por quê não gostar dessa data tão linda e cheia de luzes e coisas fofas.

Continuar a ler

Galette de Pimentão

Nos últimos dias eu tomei vergonha na cara de decidi que era hora de voltar a fazer pesquisas de receitas mais do que iradas pra fazer e testar e me tornar uma cozinheira melhor. E é ai que eu comecei a ler meus livros de receitas, ver revistas de gastronomia e procurar em lindos e maravilhosos blogs mais e mais inspirações do que criar.

E como vocês bem sabem eu tenho um amor especial e único por massas em geral. Mas, pra ser sincera, todas as massas com manteiga francesas sempre me encantaram e me assustaram um pouco. Como eu sempre morei em um lugar quente e úmido (aka Rio de Janeiro), acabava ficando extremamente complicado fazer e acertar.

Aproveitando minha mudança para a cidade da garoa que não chove tem 5 meses, decidi tentar fazer alguma delas. Claro, não poderia começar por massa folhada porque eu acho que se eu tenho medo (saco) de fazer, imagina o resto do universo.

Foi durante minhas pesquisas que achei essa maravilhosa massa e manteiga que, para minha surpresa e alegria satisfez meus desejos e derrete na boca e até desfolha, como uma massa folhada. Na verdade o recheio pode ser qualquer coisa que vocês quiserem que seja (inclusive coisas doces). Eu escolhi esse porque achei que combinaria pra minha vibe no dia.

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Ingredientes da Massa:
– 2 xícaras de farinha de trigo
– 200g de manteiga gelada
– 1/2 xícara de água gelada
– 1 pitada de sal (ou açúcar se seu recheio for doce)

Para começar, coloque a farinha e o sal em uma tigela. Corte a manteiga gelada em cubos, coloque na farinha e, com a ponta dos dedos, vá desfazendo até que vire uma farofinha. É importante usar a ponta dos dedos porque a palma da nossa mão é muito quente e vai acabar derretendo a manteiga.

Depois disso, adicione a água e mexa só até formar uma massa, sem se preocupar muito se a massa está ou não homogênea. Achate a massa e enrole em papel filme. Leve para a geladeira por, pelo menos, 3 horas.

Na verdade dá pra deixar só 30 minutos a massa na geladeira, mas quanto mais tempo ela ficar, mais fofinha no final. Ah, se quiser fazer e deixar guardado, ela dura 1 semana!

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Ingredientes do recheio:
– 1 pimentão vermelho
– 100g de azeitonas pretas
– 50g de mussarela de bufala
– Punhado de Salsinha
– Sal a gosto

Corte o pimentão em tiras finas e corte as azeitonas, tirando o caroço. Rasgue a mussarela de búfala com as mãos na hora de colocá-la na Galette.

Quando a massa já estiver gelada, tire ela do plástico filme e com a ajuda de um rolo de massa (ou uma garrafa de cerveja vazia como se faz no free style aqui em casa) abra até que ela fique com 0.5 centímetros de espessura – o que quer dizer bem fininho. Ah, também não tem muitas regras em relação ao formato e nem às bordinhas, é só abrir de forma que caiba o recheio dentro.

Não esquece de enfarinhar a mesa antes de começar! Se precisar, vá colocando mais farinha sobre a massa conforme for abrindo, pra ela não grudar.

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Transfira a massa já aberta para uma assadeira e coloque o pimentão e a azeitona no centro. Dobre as bordas por cima do recheio, deixando o meio sem tampa para aparecer. Leve em forno pré-aquecido a 200 graus até que a massa fique douradinha por cima.

Antes de levar ao forno eu pincelei gema de ovo por cima, o que é totalmente opcional mas deixa a massa mais bonita e dourada. Se você quiser fazer, é só misturar uma gema com um pouquinho de água, bater com um garfo e passar por cima das bordas.

Quando sair do forno corte e coma ainda bem quentinho. Essa receita serve 2 a 3 pessoas!

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Tortinha de Morango

Estávamos já há algum tempo querendo fazer algo com massa folhada. Afinal, quem não gosta dessa delicia? É só uma pena que seja tão difícil e chato fazer a massa, mas nós resolvemos esse problema!

Depois de comer uma releitura do Romeu e Julieta em um evento que fomos decidimos tomar vergonha na cara e ir atrás de comprar a massa no mercado pra testar e, se funcionasse, fazer uma receita pra vocês.

E foi assim que surgiu essa maravilha. Nós testamos duas marcas de massa folhada e as duas deram certo. A ideia inicial era fazer uma tortinha mesmo, mas achamos que um “sanduichinho” ficaria mais lindo no final das contas!

Folhado de Morango

Ingredientes:
– Massa folhada pré-pronta
Creme de confeiteiro (clica aqui pra ver a receita)
– Morangos

Para começar, se você quiser fazer sua massa folhada, você pode. Eu escolhi comprar por uma questão de praticidade mesmo. No nosso caso, tivemos que abrir a massa até a finura que queríamos, cerca de meio centímetro.

Como nós não temos rolo de abrir massa, usamos uma garrafa velha de vinho. Retiramos o rótulo fervendo a garrafa, o que também já limpa ela e tal.

Abra a massa, sempre enfarinhando bem. Não esquece também de confirmar se essas são as instruções da que você comprou.
Depois disso, marque com uma xícara uma bolinha na massa, e pressione a xícara até cortá-la.

Se fossemos fazer algo alto com o folhado, não poderíamos cortar desse jeito porque isso atrapalha o crescimento das bordas do folhado. Se você tiver inspirado pode também só marcar a bolinha da xícar e cortar com uma faca bem afiada, sem pressionar.

Folhado de Morango

Folhado de Morango
Fure com um garfo a massa toda para que ela não infle e fique muito alta, já que nós vamos montar um “sanduichinho”  não é isso que queremos.

Enquanto a massa estiver no forno, faça seu creme de confeiteiro. Nós ensinamos a fazer aqui na quarta, então clique aqui pra saber como faz essa maravilha.

Deixe que tanto a massa quanto o creme de confeiteiro fiquem totalmente frios antes de montar. Enquanto isso, corte os morangos na direção mais comprida deles.

Para a montagem, pegue um disco de massa, passe um pouco de creme de confeiteiro, arrume os morangos e feche.
Nós decoramos com uma gotinha de creme e uma fatia de morango!

Folhado de Morango

Folhado de Morango

Folhado de Morango

Folhado de Morango

Para Começar: Creme de Confeiteiro

Existe uma grande e única mística ao redor do creme de confeiteiro e eu nunca entendi bem porquê. Tá certo que é uma receita delicada e que precisa de muitos cuidados, mas não é tão difícil de fazer.

Eu acho que por rechear tantas coisas maravilhosas e francesas como bombas, folheados e tortinhas, dá um medo de fazer. Além disso, é claro, é uma das camadas daquele bom e velho pavê que seu tio engraçadinho sempre dá um jeito de estragar.

Mas vocês vão ver que é fácil e, se você ainda assim ficar nervoso demais pra tentar, no vídeo dessa sexta a gente vai prepará-lo!

Creme de Confeiteiro

Ingredientes:
– 2 gemas
– 3 colheres de sopa de açúcar
– 1 colher de sopa de maizena
– 200ml de leite
– 1 colher de café de essência de baunilha
– 1 colher de sopa de manteiga sem sal

Os ortodoxos dirão que é obrigatório usar a fava da baunilha pra essa receita. É bem verdade que com a fava ela vai ficar melhor, mas como muitas vezes eu não tenho dinheiro pra comprá-la e outras vezes não acho, eu faço essa versão.

Comece separando as gemas das claras (guarde-as para fazer omelete). Adicione o açúcar às gemas e bata até esbranquiçar. Se você tiver um fouet é o mais indicado pra isso.
Coloque a maizena e continue a mexer, até que o creme fique bem fofinho e quase branco.

Leve para ferver o leite e a essência de baunilha, olhando sempre pra não fazer a maior sujeira do universo.

Peça ajuda de alguém e, batendo a mistura das gemas, adicione aos poucos o leite. Sim, tem que bater com vontade e, sim, tem que jogar o leite aos poucos se não sua gema vai cozinhar e ficar tipo ovo cozido.

Volte a mistura para o fogo e mexa com um fouet até engrossar.
Depois que tirar, espere esfriar por 10 minutos, adicione a manteiga e bata novamente. A manteiga serve para dar brilho e uma textura diferente ao creme de confeiteiro!

CremeConfeiteiro02

CremeConfeiteiro03

Omelete

Pode ser que você pense que todas as receitas de segunda são nosso almoço de domingo, mas isso quase nunca é verdade. Só que dessa vez, acordamos ontem com vontade de comer omelete e pensamos que essa poderia ser a receita de hoje.

Afinal, quem não ama omelete, não é?
A menos que você seja uma dessas pessoas que não gosta de ovos (e se for por favor me explica porquê você não gosta já que isso é um grande mistério pra mim).

Vamos lá que já é hora de almoçar de novo e um omelete até que cairia bem.

Omelete

Ingredientes:
– 2 ovos
– 1 colher de sopa de água
– Sal e pimenta do reino a gosto

Primeiro quebre os dois ovos em uma tigela, coloque a água e bata com um garfo até ficar homogêneo. Tempere com sal e pimenta e misture mais uma vez.

Esquente uma frigideira grande (é sério ela tem q estar realmente quente) e coloque a mistura de ovos nela.

Espere que eles tenham fritado um pouco para adicionar o recheio que quiser. Ele deve ser colocado só em uma das metades do disco de omelete.
Nós colocamos queijo prato, blanquet e ervilhas, mas você pode realmente colocar qualquer coisa que queira.

Dobre o omelete, fechando-o e espere o recheio derreter. Coma rápido porque quanto mais quente melhor!

Omelete

Omelete

Omelete

Bolo de Caneca Atrevido

A gente sabe que a Páscoa é só semana que vem e que bla bla ainda falta muito pro feriado. Mas como todo mundo sabe nunca é cedo demais para se empanturrar de chocolate, não é?

A história dessa receita surgiu porque precisávamos de alguma receita legal de páscoa. Vocês podem não saber, mas eu faço ovos de páscoa por encomenda todo ano (clica aqui pra ver os preços e encomendar um inclusive!) e então simplificar essa data foi uma tarefa dificil!

A ideia inicial era fazer um naked cake de caneca, mas no final das contas achei que seria função demais pra uma coisa tão deliciosamente simples.

Se o chocolate em questão for na verdade um bolo de caneca recheado, ainda melhor.
“Ah mas ai rechear vai tirar toda a praticidade do bolo de caneca” Vamos fazer assim: tente fazer porque eu tenho certeza que você vai mudar de opinião.

Bolo de Caneca Recheado

Ingredientes:
– 1 ovo
– 2 colheres de sopa de óleo
– 4 colheres de sopa de leite
– 4 colheres de sopa de açúcar
– 2 colheres de sopa de chocolate em pó
– 4 colheres de sopa de farinha de trigo
– 1 colher de chá de fermento em pó
– Nutella
– Morangos
– 1 caneca

Começo dizendo que como nós iamos desenformar nossos bolos não preparamos a massa dentro da caneca que foi ao forno, mas você pode usar uma caneca só pra tudo.

Quebre o ovo na caneca e bata bem com um garfo.
Adicione o óleo, o leite, o açúcar e o chocolate em pó e mexa bem até que fique uma mistura homogênea. Você pode ir colocando cada ingrediente e dando uma mexidinha pra facilitar sua vida.

Depois coloque a farinha aos poucos e vá mexendo e por último o fermento. Bata com o garfo até conseguir uma mistura bem lisa.

Nós colocamos no forno porque não tem microondas na casa do Felipe, mas reza a lenda que em 3 minutos fica pronto no microondas.
Com o forno pré-aquecido a 200 graus, levamos as canecas pra lá e deixamos por mais ou menos 30 minutos ou até espetar um palito de fósforo e ele sair limpo.

Gente, é aqui que eu digo: se transbordar, não tem problema, dá um toque especial rústico ao seu prato.

Depois que sair do forno, corte um circulo em cima dele e tire a tampa e cave um buraco com uma colher (quanto mais fundo, mais Nutella vai caber).
Encha de Nutella até mais ou menos a metade e depois coloque alguns morangos picados. Dê uma misturadinha e se quiser coloque mais morangos e mais Nutella.

Se você comer quente vai estar ainda mais maravilhoso e você vai querer fazer muitos até morrer.

Bolo de Caneca Recheado

Bolo de Caneca Recheado

Bolo de Caneca Recheado