Batatas Hasselback

Não, essa receita não é minha e também não fui eu quem ensinei vocês a fazerem no vídeo. Mas calma que tudo tem uma explicação! Esse é um vídeo especial porque temos a participação da Amanda, do Marola com Carambola.

A nossa ideia era conseguir fazer uma receita deliciosa e simples porque o legal mesmo é vocês verem as nossas besteiras. E se tem uma coisa que eu posso garantir é que essas tais Hasselback, que nada mais são do que batatas aperitivo (ou de acompanhamento) assadas quase cortadas em fatias com bacon e especiarias secas, são uma das coisas mais simples e belas da vida.

E assim encerro essa introdução porque o melhor mesmo é ver a Amanda que nunca deu receitas faladas fazendo isso no nosso canal!

Batatas Hasselback

Ingredientes:
– 4 batatas inglesas grandes
– 50g de bacon
– 50g de parmesão
– Especiarias secas de sua preferência
– Azeite e sal
– Papel alumínio

Para começar, lave bem as batatas e com uma faca afiada faça cortes finos nela, sem chegar ao final. A ideia é que as fatias fiquem marcadas mas continuem presas na batata. Se você não tem as habilidades com a faca é só seguir a dica da Amanda!

Depois disso, coloque-as em uma assadeira e jogue azeite, as especiarias e o sal. Nós usamos salsa, tomilho, manjericão e pimenta calabresa, tudo seco.

Passe o papel alumínio por cima da forma e leve em forno pré-aquecido a 200 graus por 1 hora.

Depois disso, tire as batatas do forno. A ideia é que as batatas já estejam meio cozidas e mais abertas. Coloque mais sal e mais azeite e volte ao forno por mais 10 minutos.

Batatas Hasselback

Enquanto isso, corte o bacon em cubinhos pequenos. Retire as batatas do forno e coloque o bacon (ou o parmesão no caso do felipe). Volte ao forno por mais 15 minutos ou até que o bacon esteja bem fritinho e crocante!

Nós enfeitamos no prato com salsa e pimenta dedo-de-moça fatiada bem fininha, só pra ficar bem lindo!

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Frango Cremoso

De vez em quando a gente consegue lembrar que na verdade esse não é um blog de receitas vegetarianas e aí sai alguma coisa fantástica com carne. O caso é que como moramos só eu e Felipe, em 99% do tempo eu fico com preguiça de cozinhar alguma carne só pra mim, só faço isso quando estou morrendo de vontade de uma.

E aí nós lembramos que poderíamos fazer uma receita de frango, mesmo que para isso o Felipe tivesse que no final comer a pastinha que fizemos sexta-feira (o que não é nenhum sacrifício, já que ela estava uma delicia). Então vamos lá, vamos aprender a fazer frango cremoso!

Frango Cremoso ao Funghi

Ingredientes:
1 xícara de molho branco
– 250g de peito de frango
– 50g de shimeji desidratado ou fresco
– 2 colheres de sopa de salsinha
– Suco de 1/2 limão siciliano
– 4 colheres de sopa de azeitonas
– 3 fatias de pão de fôrma
– Queijo parmesão
– Sal e pimenta do reino a gosto

Comece preparando o molho branco. A receita do nosso é uma delicia e é só clicar aqui pra você ir lá ver! Deixe o molho esfriar.

Se você estiver usando shimeji desidratado igual a mim, é só clicar aqui que a gente te ensina como hidratar ele. E ai você pode guardar um pouquinho da água que vai hidratá-lo pra colocar no seu frango também!

Corte o frango em cubos e se quiser aproveite para cortar o cogumelo em pedaços menores também. Leve para uma frigideira o frango e refogue, adicionando depois o cogumelo e um pouco da água que você usou para hidratá-lo. Retire do fogo e deixe esfriar.

Frango Cremoso ao Funghi

Enquanto o frango esfria, corte a salsa e as azeitonas e depois coloque na frigideira. Esprema também o suco de meio limão siciliano (se você não tiver, pode ser o normal mesmo). Adicione o molho branco e misture até formar um creme.

Corte os pães de fôrma em cubinhos e coloque por cima, ralando o queijo parmesão também.
Leve ao forno pré-aquecido a 220 graus até que o pão fique tostado e o queijo derreta!

Eu comi com pão mesmo, mas você pode servir acompanhado de arroz e uma salada que também fica uma delicia!

Frango Cremoso ao Funghi

Frango Cremoso ao Funghi

Pastinha de Tomate

Ah, as maravilhas da cozinha americana! Uma das melhores aquisições da minha vida foi o livro Joy of Cooking que, pra quem não sabe, é o mais tradicional livro da cozinha americana e também o mais vendido nos Estados Unidos. Eu consigo entender perfeitamente já que esse livro é: amor.

Estamos inclusive pensando em fazer uma temporada de receitas tiradas do livro, com meu toque pessoal, para fazer algo no estilo Julie&Julia! Porque nada como conhecer um livro tão bem que você sabe onde procurar tudo nele, né?

E hoje vamos fazer uma maravilhosa e inexplicavelmente simples pastinha de tomate. Pra quando você for receber seus amigos e tiver com preguiça, mas quiser impressioná-los com seus dotes culinários!

Pastinha de Tomate

Ingredientes:
– 2 latas de tomate sem pele
– 3 colheres de sopa de farinha de tapioca
– 1/2 cebola
– 1 colher de chá de páprica picante
– 1/2 colher de chá de açúcar
– Sal a gosto
– 20 azeitonas verdes
– Queijo parmesão ralado

Coloque água em uma panela para fazer um banho-maria. Pegue uma tigela que encaixe em cima dessa panela e coloque as duas latas de tomate sem pele dentro dela, quebrando levemente os tomates.

Corte a cebola em cubinhos e refogue em uma frigideira até que fique douradinha.

Leve o tomate para o banho-maria e misture a cebola, a farinha de tapioca e os outros ingredientes, menos o queijo. A farinha de tapioca serve como um espessante. Você pode substituir por farinha de trigo ou maizena, mas o resultado não vai ser o mesmo…

Pastinha de Tomate

Deixe em banho-maria por 7 minutos mexendo com um fouet de vez em quando. Enquanto isso, coloque as azeitonas em uma tábua e pressiona com a parte de trás da faca para que o caroço se solte.

Retire a mistura de tomates do fogo, incorpore as azeitonas já sem caroço e transfira para uma assadeira. Rale o queijo por cima e leve em forno pré-aquecido até que o queijo derreta.

Sirva com pães torrados ou com torradinhas mesmo!

Pastinha de Tomate

Pastinha de Tomate

 

Pastinha de Tomate

Pastinha de Tomate

Alho Confit

Uma correria chamada: semana de Páscoa. Mas como somos lindos e amamos vocês do blog resolvemos fazer uma receita tão boa e tão simples que mesmo que você faça ovos de páscoa pra vender como eu, vai conseguir fazer e comer essa delicia.

Alho ConfitVocê pode estar se perguntando mas como você vai comer alho com aquele gosto tão forte? Calma, você vai fazer e vai ver que ele fica totalmente diferente, parecendo sei lá talvez uma batatinha deliciosa e irresistível!

E você pode comer puro, colocar no pão, servir como uma entradinha em cima de uma fatia de pão italiano e falar que é uma bruschetta!

Alho Confit

Ingredientes:
– 1 cabeça de alho
– Azeite
– Orégano e sal a gosto

Esta é uma receita bem simples. A única parte dificil é cuidar pro azeite não ferver durante o cozimento.

Coloque os dentes de alho já separados e descascados (ou não, a gente não descasca porque o alho branco é uma delicia de comer com casca) em uma panela e cubra de azeite.

Tempere com sal e orégano antes de começar o cozimento. Na verdade, você pode colocar o que quiser para temperar o azeite, essa é só a forma como fazemos por aqui!

O alho ficará cozinhando por mais ou menos 30 minutos, sempre se lembre de não deixar o azeite ferver e pronto, depois é só comer!

Alho Confit

Alho Confit

Alho Confit

Tomate Seco da vovó Anna

É chegada a hora. A receita que tantos esperavam, que todos aguardavam, a receita mais apaixonante que já aprendi em toda minha vida: O tomate seco.

Pra quem não sabe, a vó do Felipe faz o melhor tomate seco do mundo. Mesmo antes de provar, mesmo antes de conhecê-la, eu já ouvia isso sem parar. E, bem, devo dizer que a fama é realmente condizente com o que eu ouvia falar.

Nas férias desse ano eu tive o grande prazer de aprender os segredos deste maravilhoso tomate seco e, desde então, ele vem fazendo sucesso em todos os eventos em que eu faço.

Queríamos agradecer muito mesmo à Dona Anna por ter me dado a receita dessa delícia!

Tomate Seco

Ingredientes:
– Tomate Italiano
– Sal
– Açúcar

É verdade, são apenas esses 3 lindos ingredientes que constroem esse prato. E eu não coloquei quantidades porque certamente vocês vão querer comer sem parar, então, aqui vai.

Os tomates italianos são importantes porque eles são mais compridos e são os que a dona de receita disse para usarmos.
Corte-os em 4 partes e, com a ajuda de uma faca e de uma colher, retire totalmente as sementes (você pode usá-las pra fazer o molho de tomate que ensinamos aqui).
Vá arrumando os pedaços em uma assadeira.

Para cada parte de sal, junte duas partes de açúcar. A regra é essa.
E aí com os tomates já na assadeira, vá colocando pitadas dessa mistura dentro de cada um deles, sem exagerar.

Com o forno pré-aquecido na maior temperatura que você tiver, coloque os tomates para secar lá dentro.

Eles ficarão por em média uma hora de cada lado, ou seja, depois de uma hora será preciso virá-los e deixar mais uma hora.
Depois desse tempo, você deve tirá-los do forno e deixar esfriar antes de fazer a conserva!

Tomate Seco

Conserva:
– Azeite
– Louro
– Orégano
– Alho

Pra falar a verdade, qualquer coisa que você queira colocar na conserva você pode colocar.

O segredo é ir fazendo camadas de tomate no fundo do seu pote e regar com um pouco de azeite, colocar um pedacinho de folha de louro, orégano e alho amassado. E depois repetir o processo até que o pote esteja cheio.

Espere pelo menos de um dia pro outro, na geladeira, para comer que os tomates vão ficar ainda melhores!

Tomate Seco