Chili de Quinoa

Ultimamente tenho realizado muitos desejos culinários do Felipe. É incrível mas descobri que todos esses desejos também eram meus e eu não sabia. Não é fofo? Ou talvez eu só goste muito MUITO de comer qualquer coisa que fique deliciosa (e se você não gosta, provavelmente nem deveria estar lendo isso)!

A ideia desse post surgiu porque um amigo meu me disse que nunca tinha comido um chilli bom e cremoso aqui, só viajando. Ou algo mais ou menos assim. O que importa é que, bem, eu adoro um desafio e no fundo no fundo eu acho que minha cara diz isso pra todas as pessoas que passam por mim.

E com esse chilli não foi diferente. Aceitei o desafio e diria até que o superei, já que consegui fazer um belissimo chilli VE GA NO. Obrigada a todos os envolvidos, aos ingredientes e principalmente ao fogão porque às vezes é realmente necessário deixar algo cozinhando por 3 horas.

Chili de Quinoa (Vegano)

Ingredientes:
– 400g de feijão marrom cozido
– 1/2 xícara de quinoa
– 4 tomates
– 1 lata de tomate sem pele
– 1 cebola
2 pimentas jalapeño em conserva (receita aqui!)
– 2 dentes de alho
– 1 colher de sopa de cacau em pó
– 1 colher de chá de mel
– 1 colher de chá de páprica
– 1/2 colher de chá de cominho
– 1 pitada de sal
– 1 colher de chá de molho de pimenta

Comece cortando a cebola em cubinhos e os dentes de alho bem picadinhos. Corte também os tomates, com as polpas, e reserve.

Aqueça uma panela com óleo e refogue a cebola e o alho. Em seguida, adicione os tomates e deixe refogar por 2 minutos. Coloque a lata de tomate sem pele e mais uma vez a quantidade dela de água. Enquanto essa mistura aquece, corte as pimentas jalapeño até quase formarem uma pastinha.

Adicione à panela a quinoa e o feijão e mexa bem. Coloque o cacau em pó, o mel, a páprica, o cominho e o molho de pimenta. Mexa e adicione a pimenta e o sal, mexa novamente.

O cacau é usado, nesse caso, para dar cor ao chili e evitar que ele fique ácido demais (também é trabalho do mel fazer isso!).

Tampe a panela e deixe cozinhar por 15 minutos. Volte e complete com mais 300ml de água. Tampe e deixe cozinhar por 3 horas, mexendo de vez em quando. Se a sua panela, assim como a nossa, for de inox, você vai precisar ficar de olho porque a tendência é que a quinoa e o feijão desçam e grudem no fundo, então é necessário ficar mexendo.

Aqui em casa deixamos ela ligada até começar a ferver, mexendo sempre, assim que isso acontecia, desligávamos e tampávamos e deixamos quieto por 10 minutos. Fizemos isso muitas vezes. Se sua panela tiver antiaderente será bem mais tranquilo.

Essa receita rende muito MUITO chili. E se você quiser saber como comer é só clicar aqui pra aprender a fazer umas tortillas lindas e maravilhosa.

Chili de Quinoa (Vegano) Chili de Quinoa (Vegano) Chili de Quinoa (Vegano)

Anúncios

Pimenta em Conserva (Picles)

Aqui em casa amamos coisas em conserva. Qualquer coisa que vá estragar, idealmente, vira conserva. Se não for pra picles vai pra um arroz, mas não vem ao caso O fato é: amamos picles.

E o sonho do Felipe sempre foi que eu fizesse um picles de pimenta pra ele. Normalmente sobra muita aqui em casa quando fazemos comida mexicana ou algum prato que leve ela fresca, então eu sempre tive motivos de sobra pra fazer. Demorou. Ele precisou encontrar uma pimenta jalapeño pra me convencer. Levou tempo, mas valeu a pena esperar.

E agora eu compartilho com vocês essa maravilha, feita com pimentas inteiras e que só te pede um mês da sua paciência depois de feita, pra ficar perfeita.

Continuar a ler

Drinks Afrodisíacos – 50 Tons de Cinza

Cinquenta Tons de Cinza. Sim, este é o segundo filme em parceria com o Pop Creature. Agora você olha bem pra mim, não dá realmente que eu gostaria de assistir esse filme, mas vou deixar isso pro Marcelo decidir. Se vale a pena ou não ir no cinema ver essa polêmica. Vou me ater à receita.

Além de ser em homenagem à esse filme, é também um ode ao Carnaval. Esta sim, o melhor feriado do ano. Aquele que eu gosto porque, por favor, o que pode ser melhor do que sair fantasiado, ficar bebado e não ser julgado por ninguém? Nada. Nada mesmo. Mas esse ano não vou pra minha cidade, então me restou fazer esses maravilhosos drinks ~afrodisíacos~ para ao menos ficar curtindo.

DrinkAfrodisiaco06

Gostaria de, antes de começarmos, dizer que cientificamente não existem alimentos afrodisíacos então provavelmente o que vai ascender a chama da sua paixão é você se levantar e ir fazer algo pra agradar a pessoa amada. Ou só te agradar mesmo afinal ninguém é obrigado a nada, né? KKK

Além disso, como é Valentine’s Day esse fim de semana, fizemos um conjunto de posts lindos pra conquistar todo mundo na vida. Então vem ver esse Cupcake Red Velvet dos Namorados, da Cupcakeando!

DrinkAfrodisiaco02

Ingredientes Drink Carambola com Pimenta:
– 1 Carambola
– 1 limão
– 1 colher de chá de geléia de pimenta
– 70ml de vodka
– 5 cubos de gelo

Para começar, coloque a carambola partida em tiras e a geléia em uma coqueteleira e macere um pouco (o que quer dizer que você vai apertar para tirar os sucos da carambola). Adicione os outros ingredientes e balance bastante, para misturar tudo. Sirva em um copo e decore com uma fatia de carambola.

DrinkAfrodisiaco01

Ingredientes Drink de Morango e Maracujá:
– 1/2 maracujá
– 8 morangos
– 70ml de vodka
– 5 cubos de gelo

Corte os morangos, tirando as folhas, e coloque-os na coqueteleira e macere. Em seguida, adicione o maracujá e macere mais um pouco. Coloque os outros ingredientes e balance bem. Sirva em um copo com gelo.

Cada uma das receitas rende um drink.

DrinkAfrodisiaco03 DrinkAfrodisiaco04 DrinkAfrodisiaco06

Melhor Queijo Quente do Mundo

É bem verdade que eu sou um pouco suspeita para falar de queijo quente. Sou tão viciada nessa belezinha que qualquer pão com qualquer, absolutamente qualquer, queijo fica uma delicia. Se tiver manteiga ou azeite então, melhor ainda. Não é à toa que quando trabalho com comida de rua, sempre que posso escolho servir queijo quente.

Mas é claro que, ao contrário do que muitos pensam, não é só pão e queijo. Tenho que dizer que me apaixonei por pensar em combinações de legumes, sabores e queijos para formar um sanduíche de alegria e esse é um dos melhores. Olhando assim essa receita pode parecer que ela é muito muito simples. E ela é. Só que é simples e tão deliciosa com os queijos no meio que não tem como não querer sempre mais um.

Uma deliciosa combinação de gruyére e mussarela bem derretidos que envolvem o pimentão tostado na chapa e ainda um picles de jalapeño bem, bem curado. Te convenci? Vem logo aprender.

Continuar a ler

Tortilla de Picnic

Verão, calor, férias, amigos, sorvete, saladas, água, árvores, parques, lagoas e picnic. A gente realmente acredita que essa seja a melhor definição que pode existir de verão. Pera, isso é claro porque estou sendo romântica mas deixa assim mesmo porque tá bonito.

Eu sempre quis fazer tortillas e sempre tive muito medo delas. Achava que ia ser super dificil, complexo e desafiador e por isso fiquei enrolando, mas isso acabou. Desmistifiquei o mito de que elas são todo esse terror. Na verdade essas belezinhas são tão fáceis de fazer que dá vontade de ter sempre em casa. E talvez eu e você devêssemos fazer isso realmente.

Pra completar como nunca é suficiente, por que não recheá-la com uma maionese de batata? Mas não qualquer maionese, isso não. A melhor maionese de toda a sua vida e que vai te dar vontade de comer até explodir e ser feliz. É uma boa ideia pra pegar sua cesta de picnic (se não tiver um potinho de plástico também vai servir), embrulhar aquele suco (ou se preferir também pode ser champagne, cerveja, vinho, etc) e ir para o parque juntar seus amigos – longe da praia que está lotada e tendo arrastão e raios – e se divertir!

Continuar a ler

Pad Thai

Há algum tempo venho me prometendo (e prometendo ao Felipe) que chegaria o dia em que eu tentaria fazer Pad Thai. Nunca pesquisei muito sobre ele, mas de tanto ouvir falar estava com uma vontade de comer inexplicável. A verdade é que mesmo depois de ler as receitas eu pensava que seria algo parecido com a vibe do Yakissoba. Mas eu me enganei. É totalmente diferente e incrivelmente delicioso.

O processo de criação de todas as receitas que faço costuma ser rápido, é como se eu tivesse a ideia, procurasse receitas base em livros ou na internet e criasse em cima disso, de acordo com a minha ideia original, mas dessa vez foi um pouco diferente. Sempre que vou fazer pratos clássicos de algum lugar é assim.

Minha ideia era fazer o tradicional mesmo, mas quando vi que seria impossível achar os ingredientes fora de São Paulo (abençoada seja a Liberdade e toda a sua variedade de produtos do outro lado do mundo), percebi que teria que adaptar. Então, vejam bem, assim surgiu a minha versão do Pad Thai tradicional que, apesar de ter uma semelhança, no final das contas ficou bem diferente.

Continuar a ler

Batatas Hasselback

Não, essa receita não é minha e também não fui eu quem ensinei vocês a fazerem no vídeo. Mas calma que tudo tem uma explicação! Esse é um vídeo especial porque temos a participação da Amanda, do Marola com Carambola.

A nossa ideia era conseguir fazer uma receita deliciosa e simples porque o legal mesmo é vocês verem as nossas besteiras. E se tem uma coisa que eu posso garantir é que essas tais Hasselback, que nada mais são do que batatas aperitivo (ou de acompanhamento) assadas quase cortadas em fatias com bacon e especiarias secas, são uma das coisas mais simples e belas da vida.

E assim encerro essa introdução porque o melhor mesmo é ver a Amanda que nunca deu receitas faladas fazendo isso no nosso canal!

Batatas Hasselback

Ingredientes:
– 4 batatas inglesas grandes
– 50g de bacon
– 50g de parmesão
– Especiarias secas de sua preferência
– Azeite e sal
– Papel alumínio

Para começar, lave bem as batatas e com uma faca afiada faça cortes finos nela, sem chegar ao final. A ideia é que as fatias fiquem marcadas mas continuem presas na batata. Se você não tem as habilidades com a faca é só seguir a dica da Amanda!

Depois disso, coloque-as em uma assadeira e jogue azeite, as especiarias e o sal. Nós usamos salsa, tomilho, manjericão e pimenta calabresa, tudo seco.

Passe o papel alumínio por cima da forma e leve em forno pré-aquecido a 200 graus por 1 hora.

Depois disso, tire as batatas do forno. A ideia é que as batatas já estejam meio cozidas e mais abertas. Coloque mais sal e mais azeite e volte ao forno por mais 10 minutos.

Batatas Hasselback

Enquanto isso, corte o bacon em cubinhos pequenos. Retire as batatas do forno e coloque o bacon (ou o parmesão no caso do felipe). Volte ao forno por mais 15 minutos ou até que o bacon esteja bem fritinho e crocante!

Nós enfeitamos no prato com salsa e pimenta dedo-de-moça fatiada bem fininha, só pra ficar bem lindo!

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback