Hambúrguer de Quinoa e Feijão

De vez em quando bate uma inspiração de fazer uma coisa tão irada que até você acha super mega ultra hiper irado. Esse hambúrguer já estava sendo elaborado na minha cabeça sem nem eu mesmo saber, há algum tempo, de tanto ver e ouvir falar e comer hambúrgueres vegetarianos fui me apaixonando por eles.

Foi quando a Flora disse que vinha aqui em casa que achei que seria a oportunidade perfeita para tentar colocar em prática o melhor burguer vegetariano que eu conseguisse pensar em fazer. E por isso coloquei feijão, quinoa e cogumelos juntos em um só lugar, como numa dança com perfeita sintonia que te leva para outro patamar de comida.

Vem comigo porque, olha, só amor essa receita.

Hambúrguer de Quinoa com Cogumelos

Ingredientes:
– 2 xícaras de feijão preto cozido
– 1/2 xícara de quinoa em grãos
– 100g de cogumelos paris
– 2 dentes de alho
– 1/2 xícara de chá de farinha de rosca
– 1 colher de chá de cominho em pó
– Sal e pimenta do reino a gosto

Para começar, bata no processador o alho. Adicione os cogumelos e triture bem.

Coloque o feijão (apenas os caroços) e a quinoa e bata para formar uma pasta. Retire do processador e, com a ajuda de uma espátula, coloque a farinha de rosca, o cominho, o sal e a pimenta. Mexa até ficar homogêneo.

Se necessário, coloque mais farinha de rosca. É preciso que a massa desgrude das mãos.

Modele os hambúrgueres e coloque-os na chapa bem quente, com um pouco de azeite e deixe que doure dos dois lados. Passe para o pão e coloque o molho que a Flora ensinou pra gente por cima. Feche o pão e coma sendo o mais feliz que puder ser!

Nossa receita rendeu 5 hambúrgueres!

Hambúrguer de Quinoa com Cogumelos Hambúrguer de Quinoa com Cogumelos

Anúncios

Bolinho de Batatas

É sempre muito bom quando uma receita envolve batatas. As chances dela dar certo para todos nós aumenta em pelo menos 50%, já que batatas são vida. Mas legal, isso todo mundo já sabe né… Então eu tô sempre tentando criar novas coisas com batatas porque sou realmente apaixonada por elas (vide a quantidade de vezes que essa palavra apareceu nas ultimas frases).

Foi ~navegando na internet~ que eu encontrei a inspiração perfeita para a receita dessa segunda-feira-pós-feriado-que-sempre-nos-enche-de-preguiça. Queria dizer pra todo mundo que essa é uma daquelas maravilhas praqueles dias que você quer comer algo bem bem gostoso, que não dê trabalho e que seja frito porque fritura é alegria.

Continuar a ler

Mac n’ Cheese de Forno

Quem não ama macarrão bom sujeito não é. E se não gostar de queijo também pode por favor fechar essa aba do seu navegador porque não quero mais ser sua amiga.

Eu sei o que você vai dizer, que todo mundo já fez Mac n Cheese na internet (nós inclusive) e você vai se perguntar porquê resolvemos colocá-lo no forno. Bem, a resposta é simples: porque não há nada que uma crostinha de queijo por cima não melhore. E porque você pode deixar pronto e esquentar na hora do jantar se sua vida for uma loucura igual a nossa.

E aí é que eu te digo: não tem mau humor que esse macarrãozinho show de bola não resolva. Não há fome que ele não mate. Não há saudade de casa que ele não resolva. E eu posso prometer que você não vai se arrepender. Juro juradinho.

Mac and Cheese no Forno

Ingredientes:
– 2 colheres de sopa de manteiga
– 1/2 cebola
– 150g de queijo mussarela
– 100g de queijo provolone
– 400g de creme de leite
– 100ml de água
– 1 colher de chá de páprica doce
– Salsinha a gosto
– 250g de massa conchinha pré-cozida
– 3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
– 3 colheres de sopa de farinha de rosca

Comece refogando a cebola picada na manteiga. Adicione o creme de leite e os queijos e deixe que eles derretam. Coloque a água, a páprica, a salsinha e tempere com sal e pimenta do reino. Deixe cozinhar por 5 minutos.

Adicione a massa à panela e misture. Se a sua panela não puder ir ao forno, transfira a mistura para uma travessa.

Salpique o queijo parmesão e a farinha de rosca e leve ao forno a 200 graus até que doure a parte de cima.

Sirva bem quentinho. Essa receita alimenta 2 pessoas muito famintas ou 3 pessoas normais.
– Sal e pimenta do reino à gosto

Mac and Cheese no Forno Mac and Cheese no Forno

Chili de Quinoa

Ultimamente tenho realizado muitos desejos culinários do Felipe. É incrível mas descobri que todos esses desejos também eram meus e eu não sabia. Não é fofo? Ou talvez eu só goste muito MUITO de comer qualquer coisa que fique deliciosa (e se você não gosta, provavelmente nem deveria estar lendo isso)!

A ideia desse post surgiu porque um amigo meu me disse que nunca tinha comido um chilli bom e cremoso aqui, só viajando. Ou algo mais ou menos assim. O que importa é que, bem, eu adoro um desafio e no fundo no fundo eu acho que minha cara diz isso pra todas as pessoas que passam por mim.

E com esse chilli não foi diferente. Aceitei o desafio e diria até que o superei, já que consegui fazer um belissimo chilli VE GA NO. Obrigada a todos os envolvidos, aos ingredientes e principalmente ao fogão porque às vezes é realmente necessário deixar algo cozinhando por 3 horas.

Chili de Quinoa (Vegano)

Ingredientes:
– 400g de feijão marrom cozido
– 1/2 xícara de quinoa
– 4 tomates
– 1 lata de tomate sem pele
– 1 cebola
2 pimentas jalapeño em conserva (receita aqui!)
– 2 dentes de alho
– 1 colher de sopa de cacau em pó
– 1 colher de chá de mel
– 1 colher de chá de páprica
– 1/2 colher de chá de cominho
– 1 pitada de sal
– 1 colher de chá de molho de pimenta

Comece cortando a cebola em cubinhos e os dentes de alho bem picadinhos. Corte também os tomates, com as polpas, e reserve.

Aqueça uma panela com óleo e refogue a cebola e o alho. Em seguida, adicione os tomates e deixe refogar por 2 minutos. Coloque a lata de tomate sem pele e mais uma vez a quantidade dela de água. Enquanto essa mistura aquece, corte as pimentas jalapeño até quase formarem uma pastinha.

Adicione à panela a quinoa e o feijão e mexa bem. Coloque o cacau em pó, o mel, a páprica, o cominho e o molho de pimenta. Mexa e adicione a pimenta e o sal, mexa novamente.

O cacau é usado, nesse caso, para dar cor ao chili e evitar que ele fique ácido demais (também é trabalho do mel fazer isso!).

Tampe a panela e deixe cozinhar por 15 minutos. Volte e complete com mais 300ml de água. Tampe e deixe cozinhar por 3 horas, mexendo de vez em quando. Se a sua panela, assim como a nossa, for de inox, você vai precisar ficar de olho porque a tendência é que a quinoa e o feijão desçam e grudem no fundo, então é necessário ficar mexendo.

Aqui em casa deixamos ela ligada até começar a ferver, mexendo sempre, assim que isso acontecia, desligávamos e tampávamos e deixamos quieto por 10 minutos. Fizemos isso muitas vezes. Se sua panela tiver antiaderente será bem mais tranquilo.

Essa receita rende muito MUITO chili. E se você quiser saber como comer é só clicar aqui pra aprender a fazer umas tortillas lindas e maravilhosa.

Chili de Quinoa (Vegano) Chili de Quinoa (Vegano) Chili de Quinoa (Vegano)

Kafta

Começo este post com um pedido de desculpas pelo atraso. Tivemos um problema com a internet e passamos o dia tentando colocar o vídeo no ar, mas só agora estamos conseguindo.

Para quem não sabe, kafta é um prato deliciosamente árabe que eu não sei bem como surgiu. Só tenho mesmo certeza da sua gostosura e do quanto isso me lembra uma certa parte da minha infância em que me eram comparadas kaftas feitas na brasa (também conhecida como fogo de churrasco).

Digo para vocês apenas que seja no forno ou na churrasqueira ou até mesmo na brasa, faça esta delicia e coma até não aguentar mais.

Kafta

Ingredientes:
– 200g de patinho moído
– 4 folhas de hortelã
– 2 galhos de salsa
– 1 pitada de cominho em pó
– 2 dentes de alho
– 1/2 limão
– Sal e pimenta do reino a gosto
– Palitos de churrasco

Comece picando a hortelã, a salsa e o alho e coloque num pote. Adicione a carne e tempere com o cominho, o suco do limão, o sal e a pimenta.
Mexa bem com as mãos até formar uma massa.

Divida a carne em 3 bolinhas e vá apertando cada uma delas em um palito de churrasco, até que se forme um tubo, tipo um salsichão de carne moída.

Leve ao forno pré-aquecido a 200 graus por mais ou menos 15 minutos ou até que a carne esteja marrom por fora. Eu nunca fiz na churrasqueira então não sei quanto tempo leva, mas faz ai e me conta que eu vou agradecer saber!

Kafta

Kafta

Kafta

Bolinho de grão-de-bico

Ontem fomos fazer um dos eventos dos quais participo de tempos em tempos. É uma feira para novos estilistas e também novos chefs poderem expor seu trabalho e ter a chance de se divulgar e vender seus produtos. Além de, é claro, ser um lugar muito hype e charmoso do Rio de Janeiro. (aqui vão algumas fotos da minha barraca e de eu sendo linda com o Felipe atrás da câmera).

Ginger Bistrô - Cluster

Ginger Bistrô - Cluster

Ginger Bistrô e Fotografando à Mesa

Estou muito orgulhosa de mim porque hoje consegui montar um prato vegetariano e muito MUITO maravilhoso. Tão maravilhoso que ouvi pessoas não vegetarianas falando que era melhor que o prato com carne.
Só amor, né?

E por isso eu resolvi que vou dar as receitas do que eu fiz durante essa semana. A começar pelo bolinho de grão de bico assado que, sério, melhor que muitos bolinhos com carne por aí.
Na verdade, se tirarmos a maionese de pepino de cima do bolinho, seria um prato vegano o que faz com que as receitas que vou dar sejam veganas, então estou ainda mais orgulhosa de mim agora, rs.

Vamos começar logo porque pra que perder tempo quando se tem uma comida tão maravilhosa pela frente, não é mesmo?

Bolinho de grão de bico - O Cluster

Ingredientes:
– 400g de grão de bico
– 2 colheres de sopa de salsa
– 1 colher de sopa de coentro
– 1 pitada de páprica picante
– 1 pitada de orégano
– 3 colheres de sopa de farinha de trigo
– Sal e pimenta do reino a gosto

Para começar, deixe o grão de bico de molho em água por pelo menos 12 horas. Quanto mais tempo você deixar, melhor ele vai ficar. Coloque numa panela de pressão coberto de água e conte 25 minutos depois que pegar pressão.
Você também pode usar aqueles grão de bico em conserva se quiser mais praticidade!

Depois que o grão de bico esfriar, comece a amassá-lo com as mãos, até que se forme uma pasta.

Com a salsinha e o coentro picados, misture todos os outros ingredientes ao grão de bico e continue amassando colocando todo amor do mundo. O ponto da massa é quando você conseguir moldar uma bolinha nas mãos.

Faça as bolinhas e achate, formando discos com a massa.
Com o forno pré-aquecido a 200 graus, leve os disquinhos para assar em uma forma untada por mais ou menos 15 minutos de cada lado, até que estejam dourados.

Coma até morrer porque fica bom demais tão bom que você vai querer ter pra sempre em casa.

Bolinho de grão de bico - O Cluster

Bolinho de grão de bico - O Cluster

Bolinho de grão de bico - O Cluster

Alho Confit

Uma correria chamada: semana de Páscoa. Mas como somos lindos e amamos vocês do blog resolvemos fazer uma receita tão boa e tão simples que mesmo que você faça ovos de páscoa pra vender como eu, vai conseguir fazer e comer essa delicia.

Alho ConfitVocê pode estar se perguntando mas como você vai comer alho com aquele gosto tão forte? Calma, você vai fazer e vai ver que ele fica totalmente diferente, parecendo sei lá talvez uma batatinha deliciosa e irresistível!

E você pode comer puro, colocar no pão, servir como uma entradinha em cima de uma fatia de pão italiano e falar que é uma bruschetta!

Alho Confit

Ingredientes:
– 1 cabeça de alho
– Azeite
– Orégano e sal a gosto

Esta é uma receita bem simples. A única parte dificil é cuidar pro azeite não ferver durante o cozimento.

Coloque os dentes de alho já separados e descascados (ou não, a gente não descasca porque o alho branco é uma delicia de comer com casca) em uma panela e cubra de azeite.

Tempere com sal e orégano antes de começar o cozimento. Na verdade, você pode colocar o que quiser para temperar o azeite, essa é só a forma como fazemos por aqui!

O alho ficará cozinhando por mais ou menos 30 minutos, sempre se lembre de não deixar o azeite ferver e pronto, depois é só comer!

Alho Confit

Alho Confit

Alho Confit