Pastinhas para Receber Amigos

Eu gosto muito dos meus amigos. Verdade, gosto mesmo deles. E toda vez que recebo alguns na minha casa não fico satisfeita em “cada um traz sua cerveja”. Pra mim isso não é suficiente porque acho que se são meus amigos tem alguma expectativa em relação à mim. Visto que estudo gastronomia, trabalho com isso e mantenho esse lindo blog com (pelo menos) duas receitas semanais. Seria realmente uma sacanagem da minha parte.

Mas a verdade é que nem sempre eu to tããão afim assim de fazer algo super ultra mega hiper trabalhoso e é nessas horas que essas duas receitas (e tantas outras de pastinhas e dips e essas delicias da vida) entram em ação para deixar meus amigos felizes – e eu também.

Estava pra fazer esse queijo já há muito tempo, mas não ia colocar aqui não. Só que aí eu tive a ideia da pastinha de azeitona com manjericão e pensei que seria uma injustiça com vocês guardar essas receitas tão belas pra mim.

E se você não aguenta pensar em ver seus amigos porque ainda tá de ressaca do Carnaval, não tem problema! Faz só pra você e come tudo sozinho. Tudo ficará bem em um futuro próximo. Prometo.

Continuar a ler

Anúncios

Peru de Natal

Chegamos ao ponto sem retorno. Quando já não tem mais como desistir de zerar a Ceia, aquela hora que você olha seu Peru pronto e pensa: este é o melhor que eu poderia ter feito.

Além disso, é claro, o que seria sua noite de Natal sem um delicioso Peru de Natal? E aí talvez você esteja pensando que todos que você já comeu eram secos e pareciam ter sido esquecidos no forno por muitos e muitos anos, desde o Natal anterior, e vai me dizer que não gosta tanto assim de Peru.

Essa receita surgiu porque na minha família também tínhamos esse problema. Quando ele não ficava seco, ficava meio sem graça e sem gosto. Então eu pensei: por que não cozinhar um peru com uma calda de cerveja defumada? Ela daria a ele sabor de carnes deliciosas. Mas e se eu colocasse também um pouco de mostarda Dijon? O sabor dela é tão característico que aumentaria, junto com a laranja, a acidez e ainda daria o toque que só ela poderia dar. E por último, mas não menos importante, por que não colocar mel? Só ele poderia caramelizar essa delícia e dar a doçura que compensa a acidez e que combina com a carne da ave.

E foi o que eu fiz. Aqui está a melhor receita de todos os tempos. Pelo menos pra mim.

Continuar a ler

Receitas de Aniversário

É chegada a hora. Essa semana completamos um ano de blog. Um ano fazendo o nosso melhor para trazer receitas deliciosas, lindas e, ainda assim, fáceis de fazer.

Nesse tempo, foram mais de 20kg de farinha de trigo, 5 dúzias de ovos, 4kg de tomates, 6 de açúcar. Muitas pitadas de sal (mesmo nas sobremesas), alguns ramos de manjericão, e talvez mais do que poucas barras de chocolate (meio amargo ou ao leite, porque as vezes queremos tudo bem docinho). Foram também muitas risadas, muitos “repete que não ficou bom”, muitos takes deliciosos, muito de “nunca achei que isso fosse ficar tão bom!”, muitas ideias ruins e outras muito boas também; e muitas preocupações, ao ver que tínhamos perdido o cuidado com certas receitas e culpa por não ter entregado o melhor pra vocês.

Há um ano eu não achei que você realmente estaria aqui lendo isso, que teríamos vocês, que tanto gostam das receitas que filmamos e colocamos aqui pra mostrar que cozinhar não é tão difícil quanto pode parecer no começo.

Foi irado! E por isso, pra comemorar, o Felipe me lançou um desafio. Foram mais 4 ingredientes, nossos preferidos, e uma refeição inteira. Então vamos logo porque sou muito melhor na cozinha do que com palavras.

Continuar a ler

Pão Trançado

Uma receita cheinha de amor. Não, vocês nem precisariam saber qual é, só precisam mesmo é saber que pães sempre são, de alguma forma, amor à primeira vista para mim. Nesse caso foi justamente isso. Quando convidei o Vitor pra aparecer por aqui, disse a ele o de costume “o convidado é quem escolhe a receita” e adicionei “a coisa que mais amo fazer na vida são pães”.

Em seguida veio ele com uma foto desse pão que ele tinha feito na casa dele. Um pão tão lindo e charmoso que ganhou meu coração de primeira. E foi assim que decidimos que a gente ia fazer isso mesmo. Numa versão doce e uma salgada, todas muito deliciosas.

Só peço que, por favor, você não se assuste com a bagunça que faremos e com as besteiras que falamos. Foca na receita que é linda e que no final fica tão gostosa que dá vontade de chorar.

Pão Trança

Ingredientes da Massa:
– 400ml de água morna
– 10g de fermento biológico seco
– 720g de farinha de trigo
– 60g de açúcar cristal
– 2 ovos batido
– 1 pitada de sal

ATENÇÃO: essa receita não é minha, ela é do Vitor, lá do Prato Fundo e isso deveria te explicar porque as medidas são tão lindas e precisas já que eu faço tudo no olho. Os recheios foram criados por mim, então chega de falar e vamos começar.

Em uma tigela, coloque a água, o fermento e metade do açúcar. Mexa e deixe descansar por 15 minutos, até que o fermento seja ativado (vão ter bolhas e espuma à vista).

Adicione 1 ovo, o restante do açúcar e mexa. Em seguida, vá colocando a farinha aos poucos, até que se forme uma massa que desgrude das mãos. Sove a massa por uns 10 minutos e depois deixe crescer por mais ou menos 20 minutos, até que dobre de tamanho.

Pão Trança

Ingredientes do Recheio Salgado:
– 150g de tomate cereja
– 1/2 cebola roxa
– 20 folhas de manjericão fresco

Ingredientes do Recheio Doce:
– 150g de ricotta fresca
– 2 colheres de sopa de mel

Quando a massa estiver descansado, volte a sovar, divida no meio (metade para o pão doce e metade para o salgado) e abra em um retângulo. É importante que seja realmente um retângulo com um lado bem mais comprido que o outro. Coloque o recheio na massa aberta e enrole, como se fôssemos fazer um rocambole.

Feito isso, feche as pontas do rolinho e corte-o em três tiras, também de comprido. Aqui é a parte em que eu digo que vai sujar porque o recheio vai começar a sair para os lados. Com cuidado, comece a trançar o pão, igual faz trança em meninas mesmo.

Pão Trança

Coloque numa assadeira e pincele com o outro ovo batido. Deixe descansar por mais 20 minutos e leve em forno pré-aquecido a 200 graus até que eles fiquem dourados por cima!

Essa receita rende 2 pães trança que podem alimentar até 4 pessoas tranquilamente.

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

 

Biscoitinho de Mel

A verdade é apenas uma: eu amo mel. Só não amo mel mais do que minha melhor amiga Aline porque ela ama mel mais que tudo.
Mas, pra vocês terem uma ideia, o Felipe uma vez viu um episódio de Ursinho Pooh em que ele delirava que estava nadando no mel e que o mundo era feito de mel e falou que era eu.

Dito isto, eu estive em busca da receita de biscoito de mel perfeita. Procurei em vários sites e resolvi dar o braço a torcer para os alemães. Porque vocês podem não saber, mas essa galera sabe brincar de mel.

E se esse não é o melhor biscoito de mel do mundo, com certeza é um dos melhores. Talvez porque na verdade pareça um pãozinho de mel, mas também não importa porque é maravilhoso.

Biscoito de Mel

Ingredientes:
– 1/2 xícara de açúcar
– 1/2 xícara de gordura vegetal
– 1 ovo
– 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
– 4 xícaras de farinha
– 1/2 xícara de mel

Pegue uma panela pequena e coloque o açúcar, a gordura vegetal e o mel e mexa até levantar fervura. Desligue e espere esfriar.

Enquanto isso, misture os ovos e o bicarbonato de sódio em uma vasilha. Quando a mistura do mel já tiver esfriado, vá adicionando ela aos poucos e batendo, para que se forme um creme.

Pré-aqueça o forno a 180 graus.

Vá colocando a farinha e mexendo. O ponto do biscoito é para moldar de colher, então a massa vai mesmo ficar um pouco molinha.
Em uma assadeira forrada com papel manteiga, faça bolinhas com ajuda de duas colheres e leve ao forno por mais ou menos 20 minutos ou até que eles estejam dourados.

Essa receita rende uns 20 biscoitinhos.

Biscoito de Mel

Biscoito de Mel

Biscoito de Mel

Biscoito de Mel

E se você está se perguntando com o que poderia tomar isso, que tal clicar aqui pra ver nosso Smoothie de Café e matar sua vontade?

Bolinho de Mel

Apesar de estarmos atrasados, aqui estamos nós com posts de fim de ano.
E o que melhor para lembrar do Natal do que aquela comilança e você passando mal no dia seguinte de tanto que comeu a Ceia? Ou então do que aquela sua tia perguntando cade seu namoradinho(a) quando na verdade ela está apenas ignorando a sua opção sexual? Viva a família.

Honey Bars (Bolo de Mel)

Hoje vou ensinar esse bolinho de mel (não confundir com pão de mel). Pra quando a sua tia chata vier te encher o saco você enfiar um desses na boca e não precisar responder nada.

Honey Bars (Bolo de Mel)

Ingredientes:
– 1 xícara de mel
– 3/4 xícara de açúcar
– 1/4 xícara de manteiga
– 3 xícaras e meia de farinha de trigo
– 1 colher de chá de fermento em pó
– 1/2 colher de chá de bicarbonato
– 1/2 xícara de nozes picadas
– 1/4 xícara de laranjas cristalizadas
– 1 colher de chá de gengibre, cravo e canela em pó

Para começar, coloque o mel e o açúcar em uma panela sob fogo médio e deixe que os dois formem um líquido uniforme. Adicione a manteiga e mexa até que ela derreta por completo.
Tire do fogo e transfira a mistura para um pote grande. Peneire 1 xícara e meia de farinha e o fermento e o bicarbonato e misture até que todos os ingredientes estejam incorporados.
Junte as nozes, as laranjas e o gengibre, o cravo e a canela e misture bem. Adicione o resto da farinha, também peneirada.

Unte uma forma e, com o forno pré-aquecido a 180 graus, leve a mistura (que deve estar bem pegajosa e dura) para assar por 25 minutos.
Tire do forno e espere esfriar. Enquanto isso, faça o caldinho de cima.

Calda de Limão (Lemon Glaze)

Calda de Limão:
– 1 xícara de açúcar de confeiteiro
– Suco de 2 limões

Essa calda é muito natalina. Ela é usada sobre os famosos Gingerbread Man e outras coisas. É super fácil de fazer, não precisa nem ir ao fogo.
Peneire o açúcar em um pote. Depois disso, é só colocar o suco de dois limões (com o cuidado de estar coado para não haver nenhum gominho) e misturar até se formar um creme.
É importante usar açúcar de confeiteiro mesmo nessa receita. (Não sabe por que? Clica aqui que a gente te explica)

Calda de Limão (Lemon Glaze)

Calda de Limão (Lemon Glaze)

Pra terminar, coloque um pouco da calda sobre os pedaços da barrinha já cortados em quadradinhos. Eu gosto deles grandes, mas você pode cortar do tamanho que quiser.

Honey Bars (Bolo de Mel)

Honey Bars (Bolo de Mel)