Pastinhas para Receber Amigos

Eu gosto muito dos meus amigos. Verdade, gosto mesmo deles. E toda vez que recebo alguns na minha casa não fico satisfeita em “cada um traz sua cerveja”. Pra mim isso não é suficiente porque acho que se são meus amigos tem alguma expectativa em relação à mim. Visto que estudo gastronomia, trabalho com isso e mantenho esse lindo blog com (pelo menos) duas receitas semanais. Seria realmente uma sacanagem da minha parte.

Mas a verdade é que nem sempre eu to tããão afim assim de fazer algo super ultra mega hiper trabalhoso e é nessas horas que essas duas receitas (e tantas outras de pastinhas e dips e essas delicias da vida) entram em ação para deixar meus amigos felizes – e eu também.

Estava pra fazer esse queijo já há muito tempo, mas não ia colocar aqui não. Só que aí eu tive a ideia da pastinha de azeitona com manjericão e pensei que seria uma injustiça com vocês guardar essas receitas tão belas pra mim.

E se você não aguenta pensar em ver seus amigos porque ainda tá de ressaca do Carnaval, não tem problema! Faz só pra você e come tudo sozinho. Tudo ficará bem em um futuro próximo. Prometo.

Continuar a ler

Anúncios

Salada de Farfalle

Primeiro post de 2015 e o que eu tenho pra dizer pra vocês é apenas uma coisa: tá um calor do inferno. Se por acaso você discordar de mim, me diga onde você mora e vou te visitar nesse exato instante (tem que ser no Brasil). Tá tanto mas tanto calor que eu só consigo pensar em comer coisas frescas, leves e cheias de legumes pra não encher demais a barriga.

É o que eu gosto de chamar de ser saudável por necessidade térmica. Note que eu tentei pensar em um nome mais legal e engraçado, mas o calor me impediu de fazer isso também.

Não tem muito segredo, o grande lance dessa salada de massa é que ela vai te alimentar e te deixar feliz porque não vai te encalorar igual ao delicioso macarrão com molho de queijo que tanto amamos.

Continuar a ler

Pão Trançado

Uma receita cheinha de amor. Não, vocês nem precisariam saber qual é, só precisam mesmo é saber que pães sempre são, de alguma forma, amor à primeira vista para mim. Nesse caso foi justamente isso. Quando convidei o Vitor pra aparecer por aqui, disse a ele o de costume “o convidado é quem escolhe a receita” e adicionei “a coisa que mais amo fazer na vida são pães”.

Em seguida veio ele com uma foto desse pão que ele tinha feito na casa dele. Um pão tão lindo e charmoso que ganhou meu coração de primeira. E foi assim que decidimos que a gente ia fazer isso mesmo. Numa versão doce e uma salgada, todas muito deliciosas.

Só peço que, por favor, você não se assuste com a bagunça que faremos e com as besteiras que falamos. Foca na receita que é linda e que no final fica tão gostosa que dá vontade de chorar.

Pão Trança

Ingredientes da Massa:
– 400ml de água morna
– 10g de fermento biológico seco
– 720g de farinha de trigo
– 60g de açúcar cristal
– 2 ovos batido
– 1 pitada de sal

ATENÇÃO: essa receita não é minha, ela é do Vitor, lá do Prato Fundo e isso deveria te explicar porque as medidas são tão lindas e precisas já que eu faço tudo no olho. Os recheios foram criados por mim, então chega de falar e vamos começar.

Em uma tigela, coloque a água, o fermento e metade do açúcar. Mexa e deixe descansar por 15 minutos, até que o fermento seja ativado (vão ter bolhas e espuma à vista).

Adicione 1 ovo, o restante do açúcar e mexa. Em seguida, vá colocando a farinha aos poucos, até que se forme uma massa que desgrude das mãos. Sove a massa por uns 10 minutos e depois deixe crescer por mais ou menos 20 minutos, até que dobre de tamanho.

Pão Trança

Ingredientes do Recheio Salgado:
– 150g de tomate cereja
– 1/2 cebola roxa
– 20 folhas de manjericão fresco

Ingredientes do Recheio Doce:
– 150g de ricotta fresca
– 2 colheres de sopa de mel

Quando a massa estiver descansado, volte a sovar, divida no meio (metade para o pão doce e metade para o salgado) e abra em um retângulo. É importante que seja realmente um retângulo com um lado bem mais comprido que o outro. Coloque o recheio na massa aberta e enrole, como se fôssemos fazer um rocambole.

Feito isso, feche as pontas do rolinho e corte-o em três tiras, também de comprido. Aqui é a parte em que eu digo que vai sujar porque o recheio vai começar a sair para os lados. Com cuidado, comece a trançar o pão, igual faz trança em meninas mesmo.

Pão Trança

Coloque numa assadeira e pincele com o outro ovo batido. Deixe descansar por mais 20 minutos e leve em forno pré-aquecido a 200 graus até que eles fiquem dourados por cima!

Essa receita rende 2 pães trança que podem alimentar até 4 pessoas tranquilamente.

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

 

Batatas Hasselback

Não, essa receita não é minha e também não fui eu quem ensinei vocês a fazerem no vídeo. Mas calma que tudo tem uma explicação! Esse é um vídeo especial porque temos a participação da Amanda, do Marola com Carambola.

A nossa ideia era conseguir fazer uma receita deliciosa e simples porque o legal mesmo é vocês verem as nossas besteiras. E se tem uma coisa que eu posso garantir é que essas tais Hasselback, que nada mais são do que batatas aperitivo (ou de acompanhamento) assadas quase cortadas em fatias com bacon e especiarias secas, são uma das coisas mais simples e belas da vida.

E assim encerro essa introdução porque o melhor mesmo é ver a Amanda que nunca deu receitas faladas fazendo isso no nosso canal!

Batatas Hasselback

Ingredientes:
– 4 batatas inglesas grandes
– 50g de bacon
– 50g de parmesão
– Especiarias secas de sua preferência
– Azeite e sal
– Papel alumínio

Para começar, lave bem as batatas e com uma faca afiada faça cortes finos nela, sem chegar ao final. A ideia é que as fatias fiquem marcadas mas continuem presas na batata. Se você não tem as habilidades com a faca é só seguir a dica da Amanda!

Depois disso, coloque-as em uma assadeira e jogue azeite, as especiarias e o sal. Nós usamos salsa, tomilho, manjericão e pimenta calabresa, tudo seco.

Passe o papel alumínio por cima da forma e leve em forno pré-aquecido a 200 graus por 1 hora.

Depois disso, tire as batatas do forno. A ideia é que as batatas já estejam meio cozidas e mais abertas. Coloque mais sal e mais azeite e volte ao forno por mais 10 minutos.

Batatas Hasselback

Enquanto isso, corte o bacon em cubinhos pequenos. Retire as batatas do forno e coloque o bacon (ou o parmesão no caso do felipe). Volte ao forno por mais 15 minutos ou até que o bacon esteja bem fritinho e crocante!

Nós enfeitamos no prato com salsa e pimenta dedo-de-moça fatiada bem fininha, só pra ficar bem lindo!

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Batatas Hasselback

Para começar: Pesto

Eu sei, esta receita deveria ter sido publicada ontem. Mas é tanta comida pra comer no dia 25 que seria até meio confuso pra mim e pra vocês ver essa delícia e não poder fazer muita coisa com ela.

Molho pesto é, sem dúvida, uma das bases da cozinha italiana e também é um dos meus molhos preferidos. Você poderá usá-lo em massas, sanduíches, torradinhas, pães e em basicamente tudo que te der vontade. 

Molho Pesto

Pode ser que você esteja duvidando de mim agora, mas amanhã, quando você vir a receita de Raviolli que vou postar, você vai entender que seu Ano Novo ficará muito melhor com esse molho e a massa.

Molho Pesto

Ingredientes:
– 1 ramo de manjericão
– 100g de queijo parmesão ralado
– 4 nozes
– 1 dente de alho
– Azeite (muito azeite)
– Sal a gosto

Não tem mistério nenhum nesta receita.
Para começar, bata em um liquidificador ou processador o dente de alho com uma pitada de sal, até que ele esteja bem triturado. Em seguida, adicione as nozes até que elas também estejam bem despedaçadas.

Comece a colocar as folhas de manjericão, alternando com o azeite, e bata bem, até que se forme um creme verde. Por fim, coloque o queijo parmesão e mais azeite para que não fique muito grosso. 

Experimente e adicione sal conforme seu próprio gosto.

Molho Pesto

Molho Pesto

Molho Pesto