Milkshake de Verão

Não é que só se possa tomar milkshake no verão. Eu realmente não acho isso, gosto de milkshake em qualquer época e até arriscaria dizer que no frio ficam ainda melhores de tomar! Mas tudo bem que com o calor que tá fazendo é mais legal derreter junto com o sorvete do que sozinho. Ou melhor ainda, não deixar o sorvete derreter e atrasar um pouco o seu derretimento.

Como eu gosto de fazer coisas ~diferentes~ tive um pouco de trabalho pra inventar essas receitas. Afinal, qual seria a graça de fazer algo que todo mundo já fez? Tá certo, talvez eu tenha pecado por ainda assim gostar muito de Oreo, paçoca, café e whisky, mas eu juro JURO que dei o meu melhor e tentei fazer algo diferente.

O fato é que, pra mim, milkshakes são uma bebida tão mágica que é só jogar tudo no liquidificador, coisas que já eram gostosas sozinhas, e esperar que essa maravilha fique pronta. Lembre-se: pra um milkshake quanto mais sorvete melhor (pelo menos na minha cabeça). E eu gosto de usar o de creme pra tudo que eu vou fazer. Então é isso, vamos a eles!

Continuar a ler

Anúncios

Tortinha de Morango

Estávamos já há algum tempo querendo fazer algo com massa folhada. Afinal, quem não gosta dessa delicia? É só uma pena que seja tão difícil e chato fazer a massa, mas nós resolvemos esse problema!

Depois de comer uma releitura do Romeu e Julieta em um evento que fomos decidimos tomar vergonha na cara e ir atrás de comprar a massa no mercado pra testar e, se funcionasse, fazer uma receita pra vocês.

E foi assim que surgiu essa maravilha. Nós testamos duas marcas de massa folhada e as duas deram certo. A ideia inicial era fazer uma tortinha mesmo, mas achamos que um “sanduichinho” ficaria mais lindo no final das contas!

Folhado de Morango

Ingredientes:
– Massa folhada pré-pronta
Creme de confeiteiro (clica aqui pra ver a receita)
– Morangos

Para começar, se você quiser fazer sua massa folhada, você pode. Eu escolhi comprar por uma questão de praticidade mesmo. No nosso caso, tivemos que abrir a massa até a finura que queríamos, cerca de meio centímetro.

Como nós não temos rolo de abrir massa, usamos uma garrafa velha de vinho. Retiramos o rótulo fervendo a garrafa, o que também já limpa ela e tal.

Abra a massa, sempre enfarinhando bem. Não esquece também de confirmar se essas são as instruções da que você comprou.
Depois disso, marque com uma xícara uma bolinha na massa, e pressione a xícara até cortá-la.

Se fossemos fazer algo alto com o folhado, não poderíamos cortar desse jeito porque isso atrapalha o crescimento das bordas do folhado. Se você tiver inspirado pode também só marcar a bolinha da xícar e cortar com uma faca bem afiada, sem pressionar.

Folhado de Morango

Folhado de Morango
Fure com um garfo a massa toda para que ela não infle e fique muito alta, já que nós vamos montar um “sanduichinho”  não é isso que queremos.

Enquanto a massa estiver no forno, faça seu creme de confeiteiro. Nós ensinamos a fazer aqui na quarta, então clique aqui pra saber como faz essa maravilha.

Deixe que tanto a massa quanto o creme de confeiteiro fiquem totalmente frios antes de montar. Enquanto isso, corte os morangos na direção mais comprida deles.

Para a montagem, pegue um disco de massa, passe um pouco de creme de confeiteiro, arrume os morangos e feche.
Nós decoramos com uma gotinha de creme e uma fatia de morango!

Folhado de Morango

Folhado de Morango

Folhado de Morango

Folhado de Morango

Para Começar: Creme de Confeiteiro

Existe uma grande e única mística ao redor do creme de confeiteiro e eu nunca entendi bem porquê. Tá certo que é uma receita delicada e que precisa de muitos cuidados, mas não é tão difícil de fazer.

Eu acho que por rechear tantas coisas maravilhosas e francesas como bombas, folheados e tortinhas, dá um medo de fazer. Além disso, é claro, é uma das camadas daquele bom e velho pavê que seu tio engraçadinho sempre dá um jeito de estragar.

Mas vocês vão ver que é fácil e, se você ainda assim ficar nervoso demais pra tentar, no vídeo dessa sexta a gente vai prepará-lo!

Creme de Confeiteiro

Ingredientes:
– 2 gemas
– 3 colheres de sopa de açúcar
– 1 colher de sopa de maizena
– 200ml de leite
– 1 colher de café de essência de baunilha
– 1 colher de sopa de manteiga sem sal

Os ortodoxos dirão que é obrigatório usar a fava da baunilha pra essa receita. É bem verdade que com a fava ela vai ficar melhor, mas como muitas vezes eu não tenho dinheiro pra comprá-la e outras vezes não acho, eu faço essa versão.

Comece separando as gemas das claras (guarde-as para fazer omelete). Adicione o açúcar às gemas e bata até esbranquiçar. Se você tiver um fouet é o mais indicado pra isso.
Coloque a maizena e continue a mexer, até que o creme fique bem fofinho e quase branco.

Leve para ferver o leite e a essência de baunilha, olhando sempre pra não fazer a maior sujeira do universo.

Peça ajuda de alguém e, batendo a mistura das gemas, adicione aos poucos o leite. Sim, tem que bater com vontade e, sim, tem que jogar o leite aos poucos se não sua gema vai cozinhar e ficar tipo ovo cozido.

Volte a mistura para o fogo e mexa com um fouet até engrossar.
Depois que tirar, espere esfriar por 10 minutos, adicione a manteiga e bata novamente. A manteiga serve para dar brilho e uma textura diferente ao creme de confeiteiro!

CremeConfeiteiro02

CremeConfeiteiro03

Sopa de tomate

Continuando todo um dificil trabalho de manter as tentações longe (vou cozinhar rondelli hoje então isso vai terminar), fiz uma das minhas especialidades práticas essa semana: sopa de tomate. Se você odeia tomate, não faça porque você vai odiar, mas como eu amo tomate, amo essa sopa.

Qualquer pessoa consegue fazer essa maravilha (sério), só anotar os ingredientes, ir no mercado e comprar (se é que você já não tem em casa). Eu sei que pode ser uma receita um pouco cara, mas luxo de vez em quando é bom. Vamos lá:

– 4 tomates grandes
– 1 cebola média
– 2 ramos de salsinha
– 1 punhado de manjericão (ou quanto você quiser)
– 1 colher de sopa de mostarda
– 3 colheres de sopa de ketchup
– 1 colher de sopa de extrato de tomate
– sal e pimenta calabresa a gosto
– queijo provolone ou minas 
(depende de quanta gordura você quer ganhar)

ingredientes

Para começar, corte os tomates em pedaços grandes, coloque em uma panela com água suficiente para cobri-los e deixe ferver por aproximadamente 10 minutos. Enquanto isso, corte a salsinha em pedaços pequenos e o manjericão eu gosto de colocar inteiro, mas caso queira cortar, faça parecido (se você for cortar o manjericão deixe pra fazer isso mais perto de colocar ele na sopa se não ele vai murchar e ficar parecendo velho).
tomates

Feito isso, os tomates já estarão amolecidos. Pegue um mixer (caso você não tenha, coloque no liquidificador) e bata até formar um creme. Volte para o fogo e adicione o extrato de tomate, o ketchup, a mostarda, o sal e a pimenta. Lembre-se de salgar por último porque os ingredientes anteriores já vão deixar a sopa salgadinha.
semipronta

Por fim, coloque o manjericão e a salsinha e deixe reduzir até ficar relativamente grosso. Sirva em cumbuquinhas com queijo provolone ou corte cubos de queijo minas e misture. Vai ficar uma delicia, vai ser sucesso e você vai continuar magro!sopaprontatomate