Chili de Quinoa

Ultimamente tenho realizado muitos desejos culinários do Felipe. É incrível mas descobri que todos esses desejos também eram meus e eu não sabia. Não é fofo? Ou talvez eu só goste muito MUITO de comer qualquer coisa que fique deliciosa (e se você não gosta, provavelmente nem deveria estar lendo isso)!

A ideia desse post surgiu porque um amigo meu me disse que nunca tinha comido um chilli bom e cremoso aqui, só viajando. Ou algo mais ou menos assim. O que importa é que, bem, eu adoro um desafio e no fundo no fundo eu acho que minha cara diz isso pra todas as pessoas que passam por mim.

E com esse chilli não foi diferente. Aceitei o desafio e diria até que o superei, já que consegui fazer um belissimo chilli VE GA NO. Obrigada a todos os envolvidos, aos ingredientes e principalmente ao fogão porque às vezes é realmente necessário deixar algo cozinhando por 3 horas.

Chili de Quinoa (Vegano)

Ingredientes:
– 400g de feijão marrom cozido
– 1/2 xícara de quinoa
– 4 tomates
– 1 lata de tomate sem pele
– 1 cebola
2 pimentas jalapeño em conserva (receita aqui!)
– 2 dentes de alho
– 1 colher de sopa de cacau em pó
– 1 colher de chá de mel
– 1 colher de chá de páprica
– 1/2 colher de chá de cominho
– 1 pitada de sal
– 1 colher de chá de molho de pimenta

Comece cortando a cebola em cubinhos e os dentes de alho bem picadinhos. Corte também os tomates, com as polpas, e reserve.

Aqueça uma panela com óleo e refogue a cebola e o alho. Em seguida, adicione os tomates e deixe refogar por 2 minutos. Coloque a lata de tomate sem pele e mais uma vez a quantidade dela de água. Enquanto essa mistura aquece, corte as pimentas jalapeño até quase formarem uma pastinha.

Adicione à panela a quinoa e o feijão e mexa bem. Coloque o cacau em pó, o mel, a páprica, o cominho e o molho de pimenta. Mexa e adicione a pimenta e o sal, mexa novamente.

O cacau é usado, nesse caso, para dar cor ao chili e evitar que ele fique ácido demais (também é trabalho do mel fazer isso!).

Tampe a panela e deixe cozinhar por 15 minutos. Volte e complete com mais 300ml de água. Tampe e deixe cozinhar por 3 horas, mexendo de vez em quando. Se a sua panela, assim como a nossa, for de inox, você vai precisar ficar de olho porque a tendência é que a quinoa e o feijão desçam e grudem no fundo, então é necessário ficar mexendo.

Aqui em casa deixamos ela ligada até começar a ferver, mexendo sempre, assim que isso acontecia, desligávamos e tampávamos e deixamos quieto por 10 minutos. Fizemos isso muitas vezes. Se sua panela tiver antiaderente será bem mais tranquilo.

Essa receita rende muito MUITO chili. E se você quiser saber como comer é só clicar aqui pra aprender a fazer umas tortillas lindas e maravilhosa.

Chili de Quinoa (Vegano) Chili de Quinoa (Vegano) Chili de Quinoa (Vegano)

Pad Thai

Há algum tempo venho me prometendo (e prometendo ao Felipe) que chegaria o dia em que eu tentaria fazer Pad Thai. Nunca pesquisei muito sobre ele, mas de tanto ouvir falar estava com uma vontade de comer inexplicável. A verdade é que mesmo depois de ler as receitas eu pensava que seria algo parecido com a vibe do Yakissoba. Mas eu me enganei. É totalmente diferente e incrivelmente delicioso.

O processo de criação de todas as receitas que faço costuma ser rápido, é como se eu tivesse a ideia, procurasse receitas base em livros ou na internet e criasse em cima disso, de acordo com a minha ideia original, mas dessa vez foi um pouco diferente. Sempre que vou fazer pratos clássicos de algum lugar é assim.

Minha ideia era fazer o tradicional mesmo, mas quando vi que seria impossível achar os ingredientes fora de São Paulo (abençoada seja a Liberdade e toda a sua variedade de produtos do outro lado do mundo), percebi que teria que adaptar. Então, vejam bem, assim surgiu a minha versão do Pad Thai tradicional que, apesar de ter uma semelhança, no final das contas ficou bem diferente.

Continuar a ler

Mjadra – Arroz com Lentilha

Aprendemos a fazer esse prato com um amigo nosso, o Blinder, e desde a primeira vez sabíamos que a gente ia precisar fazer isso no blog. Na correria de escolher receitas e tentar deixar tudo muito legal pra você, a receita caiu no esquecimento e acabamos não fazendo mais nem aqui em casa.

Mas agora é chegada a hora. Esse arroz com lentilha é tudo que você precisa na sua vida e nem sabia. É uma alegria a cada garfada, especialmente se tiver a coalhada por cima. Vamos logo comer isso porque desde que gravamos ja fizemos de novo aqui em casa. Isso é pra vocês entenderem o amor.

Mjadra - Arroz com Lentilha

Ingredientes:
– 1 xícara de lentilha
– 1 xícara de arroz
– 6 cebolas médias
– 200ml de iogurte natural
– 1/2 limão
– 1 colher de chá de cominho em pó
– 1 colher de chá de açúcar
– Sal e pimenta do reino a gosto.

Comece cozinhando a lentilha conforme as instruções da embalagem. Enquanto isso, corte toda a cebola em meia-lua. É importante que elas sejam finas, mas principalmente que tenham todas a mesma espessura. Escorra a lentilha e reserve.

Em uma panela coberta de azeite, coloque 5 cebolas já cortadas e comece a refogar. Elas vão ficar no fogão por uns 15-20 minutos, até estarem quase em um tom marrom. Esse é o grande lance dessa receita, a cebola queimadinha vai dar um sabor inexplicável pra todo resto.

Coloque dois copos de água dentro da panela das cebolas e deixe cozinhar por 2 minutos. Acrescente o arroz e a lentilha, tempere com o cominho, sal e pimenta do reino. Mexa um pouco e deixe cozinhar.

Enquanto isso, em uma frigideira, coloque a cebola que sobrou e frite até ficar dourada, jogando o açúcar por cima durante o processo.

Para fazer a coalhada, é só jogar o suco do limão no iogurte e mexer, temperando com sal e pimenta em seguida.

Quando o arroz estiver pronto, coloque a coalhada por cima e o crispy de cebola caramelizada pra decorar. Pronto! Ah, essa receita rende para 4 pessoas.

Mjadra - Arroz com Lentilha

Mjadra - Arroz com Lentilha

Mjadra - Arroz com Lentilha

Mjadra - Arroz com Lentilha