Red Velvet

Faltam só 2 dias para a Ceia de Natal e eu me sinto na obrigação moral de escrever um post sentimental. Desculpa, mas é assim que eu sou. Eu sempre tive muito, muito ciúme dessa receita.
Acho que principalmente porque eu simplesmente sei que é uma das minhas melhores receitas.

Mas aí esse ano foi tão irado, tão especial pra mim de todas as formas e tanto por causa de vocês que nos acompanham e assistem que eu cheguei a conclusão que essa era a MINHA receita. Um bolinho vermelho, tão pequeno e aveludado, recheado e coberto de um creme de cream cheese que parece impossível de melhorar. Essa é, sem dúvida, a melhor forma de agradecer a vocês: dando, passo a passo, essa receita.

Desde que eu me entendo por gente, pra falar a verdade, odeio Natal. Quando era criança curtia os presentes, mas os natais pareciam sempre mais pra comer do que qualquer outra coisa (gulosa, eu?). Não sei explicar por quê não gostar dessa data tão linda e cheia de luzes e coisas fofas.

Continuar a ler

Anúncios

Farofa de Nozes

Toda Ceia de Natal precisa ter algumas coisas pra ser completa. Pra mim, uma das mais importantes é a farofa. Talvez porque eu seja doida – totalmente maluca mesmo – por esta delicia divinamente inventada pelos brasileiros. Sério, quem teve a ideia de jogar farinha de mandioca na frigideira e ver no que dava: meus parabéns pra você!

Mas ai vem aquele drama porque a maioria das farofas que você vai comer nas festas de fim de ano vão estar secas, sem tempero, sem sabor, sem nada dentro. Garanto inclusive que talvez você possa comer aquelas que compra pronto no mercado, dependendo de pra onde você vá com essa discussão.

E eu te digo: estou aqui para resolver todos esses problemas. Tudo o que eu tenho pra dizer é que a chave para qualquer farofa é a manteiga. Manteiga é felicidade e, convenhamos, é Natal então o que é mais um pouquinho de gordura na Ceia ne? Bobagem. De verdade, bobagem.

Continuar a ler

Galette de Pimentão

Nos últimos dias eu tomei vergonha na cara de decidi que era hora de voltar a fazer pesquisas de receitas mais do que iradas pra fazer e testar e me tornar uma cozinheira melhor. E é ai que eu comecei a ler meus livros de receitas, ver revistas de gastronomia e procurar em lindos e maravilhosos blogs mais e mais inspirações do que criar.

E como vocês bem sabem eu tenho um amor especial e único por massas em geral. Mas, pra ser sincera, todas as massas com manteiga francesas sempre me encantaram e me assustaram um pouco. Como eu sempre morei em um lugar quente e úmido (aka Rio de Janeiro), acabava ficando extremamente complicado fazer e acertar.

Aproveitando minha mudança para a cidade da garoa que não chove tem 5 meses, decidi tentar fazer alguma delas. Claro, não poderia começar por massa folhada porque eu acho que se eu tenho medo (saco) de fazer, imagina o resto do universo.

Foi durante minhas pesquisas que achei essa maravilhosa massa e manteiga que, para minha surpresa e alegria satisfez meus desejos e derrete na boca e até desfolha, como uma massa folhada. Na verdade o recheio pode ser qualquer coisa que vocês quiserem que seja (inclusive coisas doces). Eu escolhi esse porque achei que combinaria pra minha vibe no dia.

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Ingredientes da Massa:
– 2 xícaras de farinha de trigo
– 200g de manteiga gelada
– 1/2 xícara de água gelada
– 1 pitada de sal (ou açúcar se seu recheio for doce)

Para começar, coloque a farinha e o sal em uma tigela. Corte a manteiga gelada em cubos, coloque na farinha e, com a ponta dos dedos, vá desfazendo até que vire uma farofinha. É importante usar a ponta dos dedos porque a palma da nossa mão é muito quente e vai acabar derretendo a manteiga.

Depois disso, adicione a água e mexa só até formar uma massa, sem se preocupar muito se a massa está ou não homogênea. Achate a massa e enrole em papel filme. Leve para a geladeira por, pelo menos, 3 horas.

Na verdade dá pra deixar só 30 minutos a massa na geladeira, mas quanto mais tempo ela ficar, mais fofinha no final. Ah, se quiser fazer e deixar guardado, ela dura 1 semana!

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Ingredientes do recheio:
– 1 pimentão vermelho
– 100g de azeitonas pretas
– 50g de mussarela de bufala
– Punhado de Salsinha
– Sal a gosto

Corte o pimentão em tiras finas e corte as azeitonas, tirando o caroço. Rasgue a mussarela de búfala com as mãos na hora de colocá-la na Galette.

Quando a massa já estiver gelada, tire ela do plástico filme e com a ajuda de um rolo de massa (ou uma garrafa de cerveja vazia como se faz no free style aqui em casa) abra até que ela fique com 0.5 centímetros de espessura – o que quer dizer bem fininho. Ah, também não tem muitas regras em relação ao formato e nem às bordinhas, é só abrir de forma que caiba o recheio dentro.

Não esquece de enfarinhar a mesa antes de começar! Se precisar, vá colocando mais farinha sobre a massa conforme for abrindo, pra ela não grudar.

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Transfira a massa já aberta para uma assadeira e coloque o pimentão e a azeitona no centro. Dobre as bordas por cima do recheio, deixando o meio sem tampa para aparecer. Leve em forno pré-aquecido a 200 graus até que a massa fique douradinha por cima.

Antes de levar ao forno eu pincelei gema de ovo por cima, o que é totalmente opcional mas deixa a massa mais bonita e dourada. Se você quiser fazer, é só misturar uma gema com um pouquinho de água, bater com um garfo e passar por cima das bordas.

Quando sair do forno corte e coma ainda bem quentinho. Essa receita serve 2 a 3 pessoas!

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Galette de Pimentão e Azeitonas (Massa de Manteiga)

Para começar: manteiga clarificada ou não?

Pode parecer complicado, mas não é. Escolher entre clarificar ou não a manteiga (e se você não sabe fazer isso é só clicar aqui) não é difícil e se você quer criar a sua receita ou mesmo mudar uma que você já viu é preciso saber disso.

Manteiga1

Para que eu possa te explicar isso, é melhor entender o que é manteiga clarificada no post que fizemos aqui.

A manteiga que nós compramos no mercado é composta de leite e de outras coisas para dar liga à gordura. Quando fazemos bolos, cupcakes e coisas onde a manteiga não é o personagem principal, isso é ótimo. Aprendemos a fazer as receitas contando com essas “impurezas” e, por isso, usar manteiga clarificada nesses casos pode ser um pouco complicado.
Isso quer dizer que se você não precisa da aparência linda e translúcida da manteiga clarificada pode (e muitas vezes deve) sem problemas usá-la da forma como compramos.

Manteiga Clarificada

Só que se você precisa de um aspecto sem essas chamadas impurezas, se a manteiga será usada apenas como gordura da receita e você quer que ela seja como um azeite (só que muito mais gostoso), é preciso clarificá-la.
Não entendeu? Clica aqui pra ver a receita do Pommes Anna que fizemos com a manteiga clarificada.
Isso quer dizer que se você precisa ressaltar o ingredientes e a manteiga não será transformada na própria receita, use o processo de clarificar.

Eu disse, lá no começo, parece difícil mas na verdade é bem simples depois que entendemos.

Manteiga Clarificada ou não?

Para começar: manteiga clarificada

Pode parecer que não há muita diferença entre elas.
A bem da verdade, poucas receitas conhecidas pedem que façamos isso.

A manteiga clarificada é usada em preparos delicados, mas, principalmente, em preparos de comidas salgadas onde deve ser usada a gordura que faz a manteiga. Para que ela fique com um sabor mais unificado, tiramos as impurezas da composição original, deixando apenas o sabor.

Em termos de aparência, se usarmos a manteiga “normal”, o preparo terá espuma enquanto a manteiga derreter, o leite que compõe a manteiga vai “sujar” a aparência da receita, por assim dizer.
E por isso usamos a manteiga clarificada: aproveitar o sabor, usar a gordura no preparo e deixar a apresentação do prato mais uniforme, dando destaque ao ingrediente principal.

A ideia é, literalmente, tirar as impurezas da manteiga e, para isso, existe um método.

Manteiga Clarificada

Ingredientes:
– 200g de manteiga sem sal
– 1 escumadeira

Pra começar digo que, na verdade, você pode fazer a clarificação com qualquer quantidade de manteiga acima de 150g. Menos que isso a manteiga vai amendoar (e depois queimar) antes que você possa tirar as impurezas dela.

Em uma panela pequena, derreta a manteiga por completo, deixando que ela comece a ferver. Quando isso acontecer, você verá que uma espuma branca terá se formado por cima da manteiga. Com o auxílio da escumadeira e da sua paciência, tire essa espuma de cima da manteiga.

Feito isso, com cuidado, despeje a parte translúcida da manteiga em um pote, deixando o resíduo branco de baixo (que nada mais é do que o leite) no fundo da panela para ser descartado.

E assim você terá deixado a sua manteiga com apenas a gordura e o sabor dela.

Manteiga Clarificada

Manteiga Clarificada

Manteiga Clarificada

E não esqueçam que a partir da semana que vem o dia dos nossos posts vai mudar!
Clique aqui para entender melhor!