Panettone de Cranberry e Chocolate

Foram, literalmente, 7 dias pra gravar essa receita. A gravação começou no sábado passado e só terminou neste domingo. Isso mesmo, ontem. E por que? Tudo porque eu tinha achado a receita de Panettone perfeita e nós precisávamos gravá-la de dia. Foram também 4 receitas de Panettone feitas, o que quer dizer que nesse momento na minha casa tem um festival louco de panettone de cranberry com chocolate, ou seja, estamos muito felizes!

Eu nunca achei que eu fosse, um dia, fazer um panettone. E por isso me desculpa a quantidade de vezes que vou escrever essa palavra hoje. Sempre escutei dizer que era muito difícil, complicadíssimo, demorado, uma chatice e, principalmente, que não valia a pena. Então panettones sempre me assustaram.

Continuar a ler

Anúncios

Receitas de Aniversário

É chegada a hora. Essa semana completamos um ano de blog. Um ano fazendo o nosso melhor para trazer receitas deliciosas, lindas e, ainda assim, fáceis de fazer.

Nesse tempo, foram mais de 20kg de farinha de trigo, 5 dúzias de ovos, 4kg de tomates, 6 de açúcar. Muitas pitadas de sal (mesmo nas sobremesas), alguns ramos de manjericão, e talvez mais do que poucas barras de chocolate (meio amargo ou ao leite, porque as vezes queremos tudo bem docinho). Foram também muitas risadas, muitos “repete que não ficou bom”, muitos takes deliciosos, muito de “nunca achei que isso fosse ficar tão bom!”, muitas ideias ruins e outras muito boas também; e muitas preocupações, ao ver que tínhamos perdido o cuidado com certas receitas e culpa por não ter entregado o melhor pra vocês.

Há um ano eu não achei que você realmente estaria aqui lendo isso, que teríamos vocês, que tanto gostam das receitas que filmamos e colocamos aqui pra mostrar que cozinhar não é tão difícil quanto pode parecer no começo.

Foi irado! E por isso, pra comemorar, o Felipe me lançou um desafio. Foram mais 4 ingredientes, nossos preferidos, e uma refeição inteira. Então vamos logo porque sou muito melhor na cozinha do que com palavras.

Continuar a ler

Pão Trançado

Uma receita cheinha de amor. Não, vocês nem precisariam saber qual é, só precisam mesmo é saber que pães sempre são, de alguma forma, amor à primeira vista para mim. Nesse caso foi justamente isso. Quando convidei o Vitor pra aparecer por aqui, disse a ele o de costume “o convidado é quem escolhe a receita” e adicionei “a coisa que mais amo fazer na vida são pães”.

Em seguida veio ele com uma foto desse pão que ele tinha feito na casa dele. Um pão tão lindo e charmoso que ganhou meu coração de primeira. E foi assim que decidimos que a gente ia fazer isso mesmo. Numa versão doce e uma salgada, todas muito deliciosas.

Só peço que, por favor, você não se assuste com a bagunça que faremos e com as besteiras que falamos. Foca na receita que é linda e que no final fica tão gostosa que dá vontade de chorar.

Pão Trança

Ingredientes da Massa:
– 400ml de água morna
– 10g de fermento biológico seco
– 720g de farinha de trigo
– 60g de açúcar cristal
– 2 ovos batido
– 1 pitada de sal

ATENÇÃO: essa receita não é minha, ela é do Vitor, lá do Prato Fundo e isso deveria te explicar porque as medidas são tão lindas e precisas já que eu faço tudo no olho. Os recheios foram criados por mim, então chega de falar e vamos começar.

Em uma tigela, coloque a água, o fermento e metade do açúcar. Mexa e deixe descansar por 15 minutos, até que o fermento seja ativado (vão ter bolhas e espuma à vista).

Adicione 1 ovo, o restante do açúcar e mexa. Em seguida, vá colocando a farinha aos poucos, até que se forme uma massa que desgrude das mãos. Sove a massa por uns 10 minutos e depois deixe crescer por mais ou menos 20 minutos, até que dobre de tamanho.

Pão Trança

Ingredientes do Recheio Salgado:
– 150g de tomate cereja
– 1/2 cebola roxa
– 20 folhas de manjericão fresco

Ingredientes do Recheio Doce:
– 150g de ricotta fresca
– 2 colheres de sopa de mel

Quando a massa estiver descansado, volte a sovar, divida no meio (metade para o pão doce e metade para o salgado) e abra em um retângulo. É importante que seja realmente um retângulo com um lado bem mais comprido que o outro. Coloque o recheio na massa aberta e enrole, como se fôssemos fazer um rocambole.

Feito isso, feche as pontas do rolinho e corte-o em três tiras, também de comprido. Aqui é a parte em que eu digo que vai sujar porque o recheio vai começar a sair para os lados. Com cuidado, comece a trançar o pão, igual faz trança em meninas mesmo.

Pão Trança

Coloque numa assadeira e pincele com o outro ovo batido. Deixe descansar por mais 20 minutos e leve em forno pré-aquecido a 200 graus até que eles fiquem dourados por cima!

Essa receita rende 2 pães trança que podem alimentar até 4 pessoas tranquilamente.

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

Pão Trança

 

Sub Italiano

O Felipe decidiu que era a vez dele de aparecer no vídeo. Ou talvez eu tenha decidido, já não sei mais. E não sei por um bom motivo, quando eu comi esse Sub eu soube que a razão da vida e da existência existia em algum lugar na Terra.

Sério, é inexplicável como algo tão simples ficou tão maravilhoso por causa da combinação de sabores. Esta aqui mais uma prova de que os Italianos sabem o que fazem quando se trata de comida!

Sub Italiano (Subway)

Ingredientes:
– 4 baguetes
– 2 tomates maduros
– 1 abobrinha
– 200g de queijo provolone
– 100g de salame
– 200g de creamcheese
– Rúcula
– Manjericão
– 100g de parmesão ralado
– 1 vidro de azeitonas pretas
– Sal e pimenta do reino a gosto

Para começar, corte os tomates em cubos, tirando as sementes. Junte algumas folhas de manjericão cortadas com a mão e tempere com sal e pimenta do reino.

Com a ajuda de um descascador, faça tiras da abobrinha e tempere com sal e azeite. Em uma chapa ou frigideira bem quente, coloque as tiras e deixe que grelhem até ficarem douradas.

Para montar, coloque o creamcheese por baixo, em seguida as folhas de rúcula e a abobrinha. Cubra com o queijo e com o salame e coloque a salada de tomate por cima. Finalize com as azeitonas sem caroço e com o queijo ralado!

Essas quantidades são para fazer 4 sanduíches!

Sub Italiano (Subway) Sub Italiano (Subway) Sub Italiano (Subway)

Para Começar: hidratar funghi

Bem, o post de hoje fará muito mais sentido quando a receita de sexta-feira sair, mas vamos lá.
É bem mais normal encontrar por ai o Funghi vendido desidratado do que ele fresco, principalmente porque a conservação fica muito mais fácil, já que cogumelos no geral são extremamente perecíveis.

Essa é a forma básica de hidratá-los pra usar em qualquer receita e eles ficam muito muito saborosos mesmo.

Hidratar Funghi

Ingredientes:
– 50g funghi seco
– Água morna

Coloque o funghi em uma tigela e esquente uma água, sem deixar ferver. Despeje a água até que os seus cogumelos estejam cobertos e espere 20 minutos.

Para usá-lo, esprema o funghi para tirar o excesso de água e, por favor, não importa o que aconteça, guarde o água que agora é um delicioso caldo de funghi que é a prova de que tudo pode ser lindo. Guarde e sexta-feira você vai entender porquê.

Hidratar Funghi

Hidratar Funghi

Alho Confit

Uma correria chamada: semana de Páscoa. Mas como somos lindos e amamos vocês do blog resolvemos fazer uma receita tão boa e tão simples que mesmo que você faça ovos de páscoa pra vender como eu, vai conseguir fazer e comer essa delicia.

Alho ConfitVocê pode estar se perguntando mas como você vai comer alho com aquele gosto tão forte? Calma, você vai fazer e vai ver que ele fica totalmente diferente, parecendo sei lá talvez uma batatinha deliciosa e irresistível!

E você pode comer puro, colocar no pão, servir como uma entradinha em cima de uma fatia de pão italiano e falar que é uma bruschetta!

Alho Confit

Ingredientes:
– 1 cabeça de alho
– Azeite
– Orégano e sal a gosto

Esta é uma receita bem simples. A única parte dificil é cuidar pro azeite não ferver durante o cozimento.

Coloque os dentes de alho já separados e descascados (ou não, a gente não descasca porque o alho branco é uma delicia de comer com casca) em uma panela e cubra de azeite.

Tempere com sal e orégano antes de começar o cozimento. Na verdade, você pode colocar o que quiser para temperar o azeite, essa é só a forma como fazemos por aqui!

O alho ficará cozinhando por mais ou menos 30 minutos, sempre se lembre de não deixar o azeite ferver e pronto, depois é só comer!

Alho Confit

Alho Confit

Alho Confit

Tomate Seco da vovó Anna

É chegada a hora. A receita que tantos esperavam, que todos aguardavam, a receita mais apaixonante que já aprendi em toda minha vida: O tomate seco.

Pra quem não sabe, a vó do Felipe faz o melhor tomate seco do mundo. Mesmo antes de provar, mesmo antes de conhecê-la, eu já ouvia isso sem parar. E, bem, devo dizer que a fama é realmente condizente com o que eu ouvia falar.

Nas férias desse ano eu tive o grande prazer de aprender os segredos deste maravilhoso tomate seco e, desde então, ele vem fazendo sucesso em todos os eventos em que eu faço.

Queríamos agradecer muito mesmo à Dona Anna por ter me dado a receita dessa delícia!

Tomate Seco

Ingredientes:
– Tomate Italiano
– Sal
– Açúcar

É verdade, são apenas esses 3 lindos ingredientes que constroem esse prato. E eu não coloquei quantidades porque certamente vocês vão querer comer sem parar, então, aqui vai.

Os tomates italianos são importantes porque eles são mais compridos e são os que a dona de receita disse para usarmos.
Corte-os em 4 partes e, com a ajuda de uma faca e de uma colher, retire totalmente as sementes (você pode usá-las pra fazer o molho de tomate que ensinamos aqui).
Vá arrumando os pedaços em uma assadeira.

Para cada parte de sal, junte duas partes de açúcar. A regra é essa.
E aí com os tomates já na assadeira, vá colocando pitadas dessa mistura dentro de cada um deles, sem exagerar.

Com o forno pré-aquecido na maior temperatura que você tiver, coloque os tomates para secar lá dentro.

Eles ficarão por em média uma hora de cada lado, ou seja, depois de uma hora será preciso virá-los e deixar mais uma hora.
Depois desse tempo, você deve tirá-los do forno e deixar esfriar antes de fazer a conserva!

Tomate Seco

Conserva:
– Azeite
– Louro
– Orégano
– Alho

Pra falar a verdade, qualquer coisa que você queira colocar na conserva você pode colocar.

O segredo é ir fazendo camadas de tomate no fundo do seu pote e regar com um pouco de azeite, colocar um pedacinho de folha de louro, orégano e alho amassado. E depois repetir o processo até que o pote esteja cheio.

Espere pelo menos de um dia pro outro, na geladeira, para comer que os tomates vão ficar ainda melhores!

Tomate Seco