Queijos Quentes do Food Truck: A Batalha

Foi muito amor. Isso foi o que recebemos por ter tanta gente linda que nos acompanha assistindo o programa sexta-feira. E isso é, sinceramente, muito, infinitamente mais importante do que qualquer dinheiro que podíamos ganhar.

Recebemos um carinho imenso da produção durante as gravações e ver que tudo ficou lindo e que parece que foi tão simples e sem nenhuma correria é fantástico! Quando aceitamos participar, desde lá o começo (e isso aconteceu em Setembro), eu já tinha dito: eu vou porque amo cozinhar.

E fui. Pra ganhar também, é lógico, mas principalmente pra fazer todo mundo que esteve ali, ao meu redor, sorrir. E pra fazer vocês entenderem mais um pouco quem sou eu e o quanto eu sou completamente apaixonada por fazer comida. Simples assim.

Quando cheguei lá e soube que seria Bacon tudo que eu consegui pensar, naquele pouco tempo que tinha, foi que eu ia conseguir (ainda bem!) cozinhar o que acredito que nasci pra cozinhar na rua: queijo quente. E pode parecer estranho, mas é isso que me encanta. Dois pedaços de pão, recheados com o que quisermos e com a combinação de sabores certo algo ridiculamente simples passa a ser, assim, um pedacinho de alegria a cada mordida.

Então é isso, vocês pediram e depois de me ver na TV, me envolver de novo, ficar com pena de mim de novo e ver de novo o quanto eu realizei meu sonho estando dentro daquele Truck (pra quem trabalha com uma chapa que cabem 4 queijos quentes de repente ter uma em que cabiam, mais ou menos, 15 deles foi nada além de mágico) e me divertindo ao lado das pessoas que amo, eu não tinha como negar.

Aqui vão as duas receitas que nos fizeram perder o dinheiro, mas ganhar tantas outras coisas e tanto carinho e tanta experiência e tanta risada que isso que passou a importar. Espero, de verdade, que gostem!

Continuar a ler