Peru de Natal

Chegamos ao ponto sem retorno. Quando já não tem mais como desistir de zerar a Ceia, aquela hora que você olha seu Peru pronto e pensa: este é o melhor que eu poderia ter feito.

Além disso, é claro, o que seria sua noite de Natal sem um delicioso Peru de Natal? E aí talvez você esteja pensando que todos que você já comeu eram secos e pareciam ter sido esquecidos no forno por muitos e muitos anos, desde o Natal anterior, e vai me dizer que não gosta tanto assim de Peru.

Essa receita surgiu porque na minha família também tínhamos esse problema. Quando ele não ficava seco, ficava meio sem graça e sem gosto. Então eu pensei: por que não cozinhar um peru com uma calda de cerveja defumada? Ela daria a ele sabor de carnes deliciosas. Mas e se eu colocasse também um pouco de mostarda Dijon? O sabor dela é tão característico que aumentaria, junto com a laranja, a acidez e ainda daria o toque que só ela poderia dar. E por último, mas não menos importante, por que não colocar mel? Só ele poderia caramelizar essa delícia e dar a doçura que compensa a acidez e que combina com a carne da ave.

E foi o que eu fiz. Aqui está a melhor receita de todos os tempos. Pelo menos pra mim.

Continuar a ler

Anúncios

Arroz de Castanhas e Damasco

Eu avisei a vocês que o Natal tinha chegado. Afinal, já estamos no final da primeira semana de dezembro. E você, o que fez no seu ano?

Eu me mudei pra São Paulo e inventei tantas receitas pra vocês verem e se deliciarem que foram mais receitas do que nos outros 21 anos da minha vida eu havia inventado! E isso foi o que mais alegrou meu ano. Briguei com muita gente também e fiz as pazes. Mudei MUITA coisa na minha vida e não faria nada diferente. 2014 foi um ano foda em todo e qualquer sentido que essa palavra pode ter. E não, desculpa, não existe outra palavra pra 2014.

Outro dia estava até conversando com o Felipe e conclui que esse ano foram 10 anos da minha vida. É engraçado pensar como tanta coisa legal aconteceu em um só ano. E que eu conheci tanta gente irada e que eu provei que minhas amizades resistem a, sei la, 6 horas de carro facilmente. Perdi alguns amigos, recuperei outros, fiz muita comida (muita mesmo) e estou muito orgulhosa do ano que eu tive, sério.

Pensa bem, qual o melhor jeito de comemorar que o ano tá acabando? Seja porque você gostou dele ou porque quer ver 2014 longe daqui logo essa bosta de ano… Claro que é se empanturrando.

Por isso a primeira receita que melhoramos pra você é o arroz pra sua Ceia de Natal. SPOILER: não tem passas, o que já é uma GRANDE vantagem.

Continuar a ler