Lasanha do Oh

A parceria com o Pop Creature voltou! E o que melhor pra isso do que um desenho animado? Vocês podem não saber mas minhas maiores paixões na vida são cozinhar e assistir desenhos. E se tiver um alienígena no meio realmente não tem como ficar melhor!

Essa semana sai o filme Cada um na sua Casa, que conta a história do Oh, um alienígena que chega ao Planeta Terra sem saber muito o que está acontecendo, mas sobre isso quem pode falar melhor é o Pop Creature mesmo.

O fato é que pensamos que quando alguém chega na nossa casa a gente oferece um café com biscoitos (ou, no nosso caso, uma cerveja ou um drink). Mas o que você daria a um alienígena, pra apresentar o nosso planeta pra ele? Depois de muita discussão, chegamos a conclusão que não teria como ele não se apaixonar por uma lasanha clássica. Com direito a dois molhos, mussarela de búfala e tudo mais!

Então vem com a gente porque esse filme vai ser amor e se tiver lasanha, melhor ainda! ❤

Continuar a ler

Anúncios

Risotto de Camarão

Alguns dizem que minha especialidade é risotto.
Uma coisa é certa: foi o primeiro prato que eu comecei a fazer com frequência e muito provavelmente também o que me fez perceber que não só eu queria cozinhar, mas queria também fazer carinho no estômago de quem comesse.

E se tem uma coisa que um bom Risotto deve ter é fazer você se sentir em casa, mesmo que sua família não tenha nada a ver com a Itália.

Risotto de Camarão

Ingredientes:
– 1 xícara de arroz arbóreo
– 1 cebola picada em cubinhos
– 1 xícara de vinho branco seco
– 1 litro e meio de água fervente
– 3 tabletes de caldo de legumes
– 100g de queijo ralado
– 2 colheres de sopa de manteiga
– 200g de camarão pré-cozido

Para começar, coloque a água para ferver com o caldo de legumes. É preciso ter certeza de que ele se dissolveu por completo antes de continuar a receita.

Refogue a cebola picada no azeite até que ela comece a ficar transparente para depois adicionar o arroz arbóreo e refogá-lo por 1 minuto.
Coloque o vinho branco e mexa até que ele seja totalmente absorvido pelo arroz.

O segredo de um bom risotto é mexê-lo desde que o arroz entra na panela até a hora de sair. E mexer com vontade. Quanto mais ele for mexido, mais amido soltará e, portanto, será um risotto mais cremoso.
Portanto, depois que o vinho tiver sido absorvido, comece a adicionar o caldo de legumes concha a concha, esperando que cada uma delas seja absorvida para colocar a próxima.

O ponto do risotto al dente é quando o arroz estiver apenas com o centro ainda branco. Nesse momento desligue e adicione as duas colheres de manteiga e o queijo e mexa bem, até incorporá-los.
Por fim, adicione o camarão que você deve saltear antes de incluir ao risotto.

Risotto de Camarão

Risotto de Camarão

Raviolli al Pesto

É verdade, tínhamos planejado fazer um especial de ano novo bem lindo e alcoólico, mas tivemos alguns problemas no caminho, o Felipe ficou doente e não pudemos gravar nada.

Vocês me desculpem, mas particularmente eu não sinto muito pela falta do alcool. Quando tem comida a gente não costuma reclamar, não é mesmo? Pois então você vai chorar com essa receita de Raviolli que vai te fazer querer comer até explodir.

Ravioli al Pesto

E se você não viu a receita do nosso Pesto ontem (clica aqui pra ver!), confira para poder fazer o molho dessa linda receita!

Ravioli al Pesto

Ingredientes:
– 1 pacote de massa de lasanha pré-pronta
– 500g de mussarela
– 2 tomates
– 1 ovo
Molho Pesto

Para começar, você vai cozinhar a massa da lasanha como se fosse uma massa normal. Ferva água e coloque os pedaços de massa para cozinhar até que amoleçam. É importante que você fique de olho para que eles só amoleçam, sem cozinharem por completo.

Na verdade eu fiz massa caseira, mas como sei que no reveillon ninguém quer ter muito trabalho deixarei isso para outro dia.

Para o recheio, retire as sementes do tomate e corte grosseiramente. Com o queijo cortado em tiras, leve os dois ingredientes para o triturador.

Na hora de montar, é só colocar uma fatia da massa de lasanha em baixo, colocar o recheio no centro e pincelar o ovo nas extremidades para depois colocar outra parte por cima.
Depois de fechados, estão prontos para irem para o fogo!

Coloque uma panela de água bem grande para ferver e, quando isso acontecer, coloque sal e 3 a 4 raviolli por vez. Eles ficarão em torno de 3 ou 4 minutos na água até ficarem prontos.
Quando retirá-los, coloque o molho pesto (a receita está bem aqui!) por cima e sirva logo.

Ravioli al Pesto

Ravioli al Pesto

Para começar: Pesto

Eu sei, esta receita deveria ter sido publicada ontem. Mas é tanta comida pra comer no dia 25 que seria até meio confuso pra mim e pra vocês ver essa delícia e não poder fazer muita coisa com ela.

Molho pesto é, sem dúvida, uma das bases da cozinha italiana e também é um dos meus molhos preferidos. Você poderá usá-lo em massas, sanduíches, torradinhas, pães e em basicamente tudo que te der vontade. 

Molho Pesto

Pode ser que você esteja duvidando de mim agora, mas amanhã, quando você vir a receita de Raviolli que vou postar, você vai entender que seu Ano Novo ficará muito melhor com esse molho e a massa.

Molho Pesto

Ingredientes:
– 1 ramo de manjericão
– 100g de queijo parmesão ralado
– 4 nozes
– 1 dente de alho
– Azeite (muito azeite)
– Sal a gosto

Não tem mistério nenhum nesta receita.
Para começar, bata em um liquidificador ou processador o dente de alho com uma pitada de sal, até que ele esteja bem triturado. Em seguida, adicione as nozes até que elas também estejam bem despedaçadas.

Comece a colocar as folhas de manjericão, alternando com o azeite, e bata bem, até que se forme um creme verde. Por fim, coloque o queijo parmesão e mais azeite para que não fique muito grosso. 

Experimente e adicione sal conforme seu próprio gosto.

Molho Pesto

Molho Pesto

Molho Pesto

Tiramisú

Eu já nem me lembro mais quanto tempo faz que minha irmã me pede para fazer essa receita. E quanto tempo eu enrolei ela pra fazer, consequentemente.

A verdade é que eu sempre tive medo de fazer Tiramisú.

O queridinho doce italiano, feito com o amado por (quase) todos café. Você há de convir que a pressão já está ali porque todo mundo, em algum momento, já comeu um Tiramisú muito bom que nunca esqueceu e que certamente iria comparar com o meu.

Mas eis que eu me lembrei que o lindo Jamie Oliver fez um livro sobre a Itália e esse era argumento suficiente contra qualquer comparação.

E com todo meu amor pela Itália, lá fui eu fazer este doce que, para minha surpresa, é muito mais fácil do que parecia ser.

TiramisuIngredientes:
– 15 biscoitos de champagne
– 1 copo de café forte recém passado
– 4 colheres de sopa de açúcar
– 400g de mascarpone
– 2 colheres de chá de essência de baunilha
– 1/3 de copo de Licor (já já explico isso)
– Suco de 1 laranja
– 100g de chocolate meio amargo

Para começar, separe o recipiente em que você vai colocar a mistura. Eu aconselho que você faça em potinhos individuais porque vai ficar muito mais charmoso.
Misture o café com duas colheres de sopa de açúcar.
Quebre os biscoitos de forma que eles caibam no potinho e depois despeje o café por cima deles, molhando-os bem. É normal que fique um pouco de café concentrado no fundo do copo, então não precisa se desesperar.

O creme é ainda mais fácil. Em um recipiente junte o mascarpone, a essência de baunilha, o licor, o suco de laranja e o restante do açúcar. Misture com uma colher até que se forme um creme homogêneo e brilhante.

Calma. Antes de continuar vou explicar o licor. A receita originalmente diz para colocar Vin Santo, que é um vinho frutado tipicamente italiano e que eu nunca iria encontrar no mercado aqui perto de casa. Eu usei o Licor Benedictine que é doce e cítrico ao mesmo tempo, mas, caso você não encontre, vale usar algum licor de cereja para substituir.

Agora, com a ajuda de uma colher, coloque o creme dentro dos copinhos e raspe o chocolate por cima de tudo.

Leve à geladeira por pelo menos 2 horas e sirva gelado.

Tiramisú

Tiramisú

Salada Caprese

Como boa amante da cozinha italiana eu não poderia deixar faltar esse prato na lista de receitas. Vocês vão reparar que esse meu amor também me fez adorar mexer a comida com as mãos (minha mãe diz que é para passar boas energias). E que essa minha paixão pela Itália faz com quem massas e mais massas estejam em meus cardápios (que são sempre feitos em grandes quantidades, como manda o manual).

Mas e aqueles dias que você quer fazer alguma coisa rápida e bonita? Afinal, não é toda hora que dá pra abrir massa e fazer tortas. Pra essas horas nada, nada pode ser melhor do que essa maravilha.

Salada Caprese é um caso de amor. E pra completar: discos de queijo parmesão.

Salada Caprese

Ingredientes:
– 200g de mussarela de búfala
– 1/2 ramo de manjericão
– 300g de tomate cereja
– 100g de queijo parmesão ralado grosso

O truque é cortar o mussarela de búfala e o tomate cereja sem muito cuidado. Apenas até que fiquem em pedaços bons de irem na boca e bonitos no prato. A beleza desse prato, pra mim, é a desorganização e a cara de casa que ele tem, então, só cortar aleatoriamente mesmo.
Para o manjericão, tire as folhas dos galhos.
Depois disso, junte tudo em uma tigela grande e mexa com as mãos (ou com a colher, se preferir) para que os ingredientes se misturem. Tempere com sal e pimenta do reino e reserve.

Para fazer os discos de parmesão é importante que sejam realmente lascas do queijo. Eu compro no mercado já ralado, mas é feito no mercado mesmo.
Esquente bem uma frigideira no fogão e, quando já estiver bem quente, vá colocando com as mãos o queijo distribuído pela frigideira, formando uma fina camada. Deixe dourar e vire para que doure do outro lado. É bom usar uma espátula para ter certeza que ele não vai quebrar.

Salada Caprese Salada Caprese Salada Caprese

Uma receita super simples e que fica linda quando servida no prato!
Eu não disse que Salada Caprese era amor?

Mais e mais Bruschettas

Como todo caso de amor sólido dura mais de um dia (que?), aqui estou eu de novo para dar receitas de mais duas bruschettas. Então pega seu liquidificador e vem comigo pra preparar um jantar delicioso pra esse sábado lindo! Hoje os sabores são pesto de rúcula com tomates e maionese com pimentão e cebola, vamos lá!

bruschetta_tomateweb
Pesto de Rúcula com Tomates:
– 1/2 maço de rúcula
– 1 dente de alho
– 200g de queijo parmesão ralado
– Azeite (quanto baste)
– Sal a gosto
– Lascas de tomate

Desculpa, vocês vão realmente ter que sujar o liquidificador, mas prometo que vai valer a pena. Comece por triturar o alho com um pouco de sal. Logo depois, pegue algumas folhas de rúcula e um pouco de azeite e comece a bater. Vá alternando entre os dois ingredientes para que não fique muito grosso. Adicione o queijo parmesão e bata novamente. Prove e, se necessário, adicione mais sal.
Para a montagem, coloque o pesto por cima do pão e depois as lascas de tomate cruas por cima e pronto! 🙂

bruschetta_pimentaowebMaionese com pimentão e cebola:
– 1 colher de sopa de maionese
– 1 pimentão vermelho cortado em cubos
– 1 cebola cortada em lascas
– Sal a gosto

Refogue o pimentão em uma panela, tampando de vez em quando para ele dar uma cozinhadinha. Faça isso até que ele esteja bem macio, por volta de 10 minutos em fogo baixo. Depois disso, adicione a cebola e deixe que ela refogue até ficar transparente e também macia.
Para a montagem, coloque a maionese em cima do pão e em seguida a misturinha de pimentão e cebola.

Como eu falei no Mistureba Chic na quarta-feira, o segredo da Bruschetta é um pão italiano bom, então vale a pena gastar um pouquinho mais para ter algo mais gourmet e tal. Pra esquentar o pão, é fácil! Só aquecer uma frigideira até que fique bem quente e passar o pão dos dois lados nela. Só depois que você vai escolher um dos recheios que ensinei para colocar em cima!
Fácil né? Qualquer dúvida, estou aqui!