Pimenta em Conserva (Picles)

Aqui em casa amamos coisas em conserva. Qualquer coisa que vá estragar, idealmente, vira conserva. Se não for pra picles vai pra um arroz, mas não vem ao caso O fato é: amamos picles.

E o sonho do Felipe sempre foi que eu fizesse um picles de pimenta pra ele. Normalmente sobra muita aqui em casa quando fazemos comida mexicana ou algum prato que leve ela fresca, então eu sempre tive motivos de sobra pra fazer. Demorou. Ele precisou encontrar uma pimenta jalapeño pra me convencer. Levou tempo, mas valeu a pena esperar.

E agora eu compartilho com vocês essa maravilha, feita com pimentas inteiras e que só te pede um mês da sua paciência depois de feita, pra ficar perfeita.

Continuar a ler

Melhor Queijo Quente do Mundo

É bem verdade que eu sou um pouco suspeita para falar de queijo quente. Sou tão viciada nessa belezinha que qualquer pão com qualquer, absolutamente qualquer, queijo fica uma delicia. Se tiver manteiga ou azeite então, melhor ainda. Não é à toa que quando trabalho com comida de rua, sempre que posso escolho servir queijo quente.

Mas é claro que, ao contrário do que muitos pensam, não é só pão e queijo. Tenho que dizer que me apaixonei por pensar em combinações de legumes, sabores e queijos para formar um sanduíche de alegria e esse é um dos melhores. Olhando assim essa receita pode parecer que ela é muito muito simples. E ela é. Só que é simples e tão deliciosa com os queijos no meio que não tem como não querer sempre mais um.

Uma deliciosa combinação de gruyére e mussarela bem derretidos que envolvem o pimentão tostado na chapa e ainda um picles de jalapeño bem, bem curado. Te convenci? Vem logo aprender.

Continuar a ler

Doce de Abóbora

Hoje preparamos uma receita super mega ultra fácil pra vocês e que provavelmente todo mundo já comeu em algum momento da vida. Bem, eu amo doce de abóbora e pra mim tem gosto da casa da minha avó.

Eu sempre comi com creme de leite; gelado, quente, morno, é uma das sobremesas que mais faz carinho no estômago que eu conheço. É pra se sentir abraçado pela abóbora que, aliás, é um ingrediente menosprezado mas fantasticamente maravilhoso!

Doce de Abóbora

Ingredientes:
– 500g de abóbora
– 1 xícara de açúcar
– 2 canela em pau
– 3 cravos da índia
– 1/3 xícara de coco ralado seco

Eu já tinha as abóboras cozinhas aqui em casa, então vou dar a receita do jeito que eu fiz.

Primeiro, corte a abóbora em pedaços grandes, tire as sementes e cozinhe (com as cascas mesmo) até que elas estejam molinhas, reserve e deixe esfriar um pouco.

Depois disso, tire a casca e corte-as em cubos. Coloque em uma panela a abóbora, o açúcar, a canela e os cravos e leve para cozinhar, quebrando as abóboras depois de um tempinho, para que elas virem um pouco um purê e ainda fiquem alguns pedaços.

Ah, você pode usar qualquer tipo de abóbora. Eu não usei a tradicional, que é aquela laranjinha. Mas a única diferença que vai fazer é o gosto.

Deixe que cozinha por 10 minutos e adicione o coco. Deixe mais 5 minutos e está pronto!

Doce de Abóbora

Doce de Abóbora

Chutney de Tomate

Não vou enganar vocês não, mas eu to ficando boa nessa história de passar receitas que todo mundo ama pra vocês.

E também talvez esteja passando por uma fase de conservas porque têm tido bastante aqui, né? Se você não viu clica aqui pra ver o Tomate Seco e aqui pra ver o Picles que fizemos!

Chutney de Tomate

Mas o fato é que se eu estou com essa mania é porque conservas são vida, felicidade e melhoram qualquer salada, carne, sanduíche, bruschetta e assim por diante até que você tenha provado com tudo que você possa imaginar e descubra que fica bom com tudo.

Pra quem não sabe, o chutney é uma invenção dos indianos e é uma mistura de agridoce com apimentado de arrasar corações. O mais normal de se encontrar é o de manga, mas hoje vamos fazer de tomate porque tomate é vida.

Chutney de Tomate

Chutney de Tomate

Ingredientes:
– 4 tomates
– 1 cebola roxa
– 150g de açúcar mascavo
– 1 colher de chá de páprica picante
– 5 sementes de cardamomo
– 1 pitada de cominho
– 50ml de vinagre de vinho tinto
– 50ml de água

Comece cortando os tomates em tiras, retirando sempre as sementes. Faça o mesmo com a cebola roxa e coloque os dois em uma panela grande.

Coloque todos os outros ingredientes e dê uma misturada para então ligar o fogo. Deixe que ferva e então conte uma hora.

O segredo dessa receita é você não deixar de mexer seu chutney de vez em quando, durante o cozimento. Se você só esquecer ele lá, ele poderá grudar no fundo da panela e vai ser bem triste.

Chutney de Tomate

Chutney de Tomate

Chutney de Tomate

Tomate Seco da vovó Anna

É chegada a hora. A receita que tantos esperavam, que todos aguardavam, a receita mais apaixonante que já aprendi em toda minha vida: O tomate seco.

Pra quem não sabe, a vó do Felipe faz o melhor tomate seco do mundo. Mesmo antes de provar, mesmo antes de conhecê-la, eu já ouvia isso sem parar. E, bem, devo dizer que a fama é realmente condizente com o que eu ouvia falar.

Nas férias desse ano eu tive o grande prazer de aprender os segredos deste maravilhoso tomate seco e, desde então, ele vem fazendo sucesso em todos os eventos em que eu faço.

Queríamos agradecer muito mesmo à Dona Anna por ter me dado a receita dessa delícia!

Tomate Seco

Ingredientes:
– Tomate Italiano
– Sal
– Açúcar

É verdade, são apenas esses 3 lindos ingredientes que constroem esse prato. E eu não coloquei quantidades porque certamente vocês vão querer comer sem parar, então, aqui vai.

Os tomates italianos são importantes porque eles são mais compridos e são os que a dona de receita disse para usarmos.
Corte-os em 4 partes e, com a ajuda de uma faca e de uma colher, retire totalmente as sementes (você pode usá-las pra fazer o molho de tomate que ensinamos aqui).
Vá arrumando os pedaços em uma assadeira.

Para cada parte de sal, junte duas partes de açúcar. A regra é essa.
E aí com os tomates já na assadeira, vá colocando pitadas dessa mistura dentro de cada um deles, sem exagerar.

Com o forno pré-aquecido na maior temperatura que você tiver, coloque os tomates para secar lá dentro.

Eles ficarão por em média uma hora de cada lado, ou seja, depois de uma hora será preciso virá-los e deixar mais uma hora.
Depois desse tempo, você deve tirá-los do forno e deixar esfriar antes de fazer a conserva!

Tomate Seco

Conserva:
– Azeite
– Louro
– Orégano
– Alho

Pra falar a verdade, qualquer coisa que você queira colocar na conserva você pode colocar.

O segredo é ir fazendo camadas de tomate no fundo do seu pote e regar com um pouco de azeite, colocar um pedacinho de folha de louro, orégano e alho amassado. E depois repetir o processo até que o pote esteja cheio.

Espere pelo menos de um dia pro outro, na geladeira, para comer que os tomates vão ficar ainda melhores!

Tomate Seco

O Melhor Picles do Mundo

Essa receita não poderia ter outro nome. E não, não é prepotência minha dizer que esse picles é um dos melhores que eu já comi. É apenas um fato. E nem fui eu que falei.

Na verdade, se você acha que não gosta de picles, se você tem algum problema ou trauma com o picles do McDonald’s, tente comer esse aqui. Reza a lenda que algumas pessoas mudaram de opinião em relação a esta maravilhosa iguaria depois de experimentar.

Para parar de enrolação e enaltação do meu próprio picles termino dizendo: dedico essa receita à todos que já comeram meu picles em eventos e especialmente para o Moyna, nosso querido amigo que precisa receber doses mensais desta conserva para não morrer.

Receita de Picles (Pepino em Conserva)

Ingredientes:
– 2 pepinos
– 1 xícara de vinagre de maçã
– 1/2 xícara de vinagre branco
– 2 xícaras de água
– 2 colheres de sobremesa de açúcar
– 1 colher de sobremesa de sal
– 2 colheres de sobremesa de açafrão
– 1 colher de sopa de mostarda em grãos

Você não verá nenhum grão de mostarda no vídeo, mas este é o meu segredo que resolvi compartilhar com vocês neste dia tão lindo.

Fatie os dois pepinos o mais fino possivel e reserve. As sementes devem ser mantidas pois elas darão estrutura ao seu picles.

Em uma panela, adicione todos os outros ingredientes e leve para o fogo. Assim que começar a ferver, conte cinco minutos e desligue. Eu gosto de fazer isso porque os sabores ficam mais marcantes e porque isso acelera a preparação do picles.

Arrume os pepinos em um pote com tampa. Ele pode ser de vidro ou não, só tenha em mente que vai ficar cheirando a vinagre. Normalmente eu coloco em potes de sorvete quando vou fazer em grandes quantidades.

Deixe fechado na geladeira por no mínimo dois dias antes de comer.
E é por isso que ninguém apareceu comendo no final do nosso vídeo, mas não sintam saudades, semana que vem voltaremos com uma receita pra colocar esse picles.

Por fim, apreciem o picles enquanto olham a gata mais linda da internet.

Receita de Picles (Pepino em Conserva)

Receita de Picles (Pepino em Conserva)

Receita de Picles (Pepino em Conserva)