Para começar: Molho Holandês

Se você é um entendido de cozinha sabe a importância deste molho para as bases da cozinha.

Se você não sabe, então deixa eu te contar: o molho holandês faz parte de uma coisa que chamamos “molhos base da cozinha”. Isso quer dizer que muitos outros molhos usam ele como base. Assim como a maionese, ele é um molho emulsionado, que significa que ele vêm de uma emulsão.

A bem da verdade (e agora muitos dos meus amigos me matariam) o Molho Holandês lembra bastante a maionese caseira que ja ensinei aqui (clica aqui pra ver o post!).
A principal diferença é que a complexidade no sabor desse molho é maior, mas a ideia é a mesma.

Molho Holandês

Ingredientes:
– 1 colher de sopa de vinagre de maçã
– 2 gemas
– 2 colheres de sopa de água
– 200g de manteiga
– Suco de meio limão
– Sal e pimenta do reino à gosto

Derreta a manteiga em uma panelinha. Se você quiser que o molho fique mais limpo, pode clarificar a manteiga, que nem ensinamos aqui (só clicar pra ver!).

Em uma tigela, misture as gemas, a água e o vinagre e bata com um fouet até que a mistura fique espumante (isso é emulsionar!).
Você precisará preparar um banho-maria já que as gemas precisam cozinhar em temperatura baixa.

Com o banho-maria preparado, coloque a mistura das gemas no pote de cima e continue a mexer com o fouet, adicionando aos poucos a manteiga, num fio fino e sem parar de bater.

Bata até que se forme um creme mais grosso, um pouco aveludado.

Molho Holandês

Molho Holandês