Para começar: os açúcares

É sempre um pouco difícil começar algo totalmente novo.
Mas na verdade esse blog já estava aqui junto com a gente antes que pudéssemos perceber. Afinal, de que jeito poderíamos dividir nossa relação com a comida se não usando o que fazemos de melhor?
Juntar gastronomia e fotografia, como acreditamos que deve ser!
E provar para todo mundo que as duas nasceram uma para outra.

Sociais1editada

Agora, mais literalmente, como fazer as outras pessoas sentirem o que eu sinto na cozinha?
No meio de tantas palavras cheias de frufru, ingredientes tão parecidos e tão diferentes e receitas sem nenhum amorzinho é fácil esquecer o quanto a comida é mágica.

Mas calma.

Foi pensando nisso que aqui estou eu para ajudar nos fundamentos da cozinha, para tirar dúvidas, explicar e (re)explicar tudo que possa parecer difícil.
Afinal, é sempre bom começar do começo.

confeiteiro-refinado

Aposto como você já se perguntou qual é a diferença entre açúcar de confeiteiro e açúcar refinado. Aposto também que alguém resumiu tudo com “um é mais fino que o outro”.
Bem, é verdade. O açúcar de confeiteiro é beem mais fino do que o refinado. Mais exatamente 10 vezes mais fino (o que encontramos no mercado, pelo menos).
A diferença que isso faz na sua vida na cozinha é realmente muito pouca, afinal, a maioria das receitas usam o açúcar refinado, que nada mais é do que aquele que todo mundo tem em casa.

acucar-refinado

Mas quando se trata de doces e padaria a história muda um pouco.
O mais importante é pensar que a junção de todos os ingredientes em uma coisa só é muito mais clara quando você faz um bolo ou um pão do que quando faz uma carne com um molho ou mesmo um arroz com feijão.

açúcar-confeiteiro

Por isso o açúcar de confeiteiro é tão importante aqui. Ele faz com que coberturas, casquinhas, biscoitos e pães doces fiquem ainda mais delicados. E por um simples motivo: os grãos mais finos desaparecem quando batidos, enquanto os do açúcar “normal” continuam ali porque são mais difíceis de serem triturados.
Além disso, como ele dissolve e se junta mais rápido, é muito mais fácil fazer receitas que precisam de mais cuidado com ele!

Advertisements

4 thoughts on “Para começar: os açúcares

  1. Pingback: Para começar: Buttercream | Fotografando à Mesa

  2. Pingback: Bolinho de Mel | Fotografando à Mesa

  3. Pingback: Para começar: Chantilly | Fotografando à Mesa

  4. Pingback: Nutella Caseira | Fotografando à Mesa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s